Teatro

'Edukators' evita o tom panfletário e se mantém cativante

Em cartaz no Sesc Belenzinho, espetáculo dirigido por João Fonseca é inspirado por filme homônimo de 2004

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

Edukators - Veja São Paulo Recomenda  2318
Pablo Sanábio e Natália Lage: forte discurso e apelo jovem (Foto: Paula Kossatz)

Um talento inegável do diretor João Fonseca é a capacidade de estabelecer diálogo com o público. Lançado em 2004, o filme do cineasta austríaco Hans Weingartner ganhou a adaptação teatral de Rafael Gomes e, por causa do forte discurso, Edukators mantém-se cativante. Fabrício Belsoff e Pablo Sanábio vivem dois rapazes inconformados com as injustiças do mundo. Eles praticam ações pacifistas e, ao lado da namorada de um deles (Natália Lage), invadem a mansão de um milionário (Edmilson Barros). Dessa vez, algo sai errado, e os quatro personagens são obrigados a reavaliar suas convicções.

+ Mais notícias sobre o universo do teatro no blog de Dirceu Alves Jr.

As atuações vigorosas, sobretudo de Barros e Natália, envolvem o espectador e eliminam qualquer tom panfletário. Bem conduzida, a encenação mistura projeções no telão a elementos realistas, que se integram perfeitamente àquele universo de conflito. 

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO