Mistérios da Cidade

Taxistas faturam com Lei Seca

Por: Edison Veiga [Giovana Romani] - Atualizado em

A polêmica lei que prevê prisão para o motorista que for flagrado com mais de 0,6 grama de álcool por litro de sangue agradou aos taxistas paulistanos. Segundo a Associação das Empresas de Táxi de Frota do Município de São Paulo (Adetax), o faturamento noturno da categoria aumentou 25%. "Levei gente que tomava táxi pela primeira vez para ir à balada", afirma o taxista Jurandir Alves da Silva. "Foi ótimo para o nosso bolso."

Fonte: VEJA SÃO PAULO