Bares

Tatu tem bons drinques no subsolo do restaurante Jacarandá

Novo bar de Pinheiros tem jeitão de speakeasy, pequeno e escuro, e programação de música ao vivo

Por: Luiz Henrique Ligabue - Atualizado em

bar tatu
Todas as luzes: o palco disputa as atenções com o balcão iluminado (Foto: Ricardo D'Angelo)

Um lugar de “álcool, música e outros prazeres subterrâneos”. Esse é o Tatu, no subsolo do restaurante Jacarandá. O lugar tem o jeitão de speakeasy: pequeno e escuro. Sofás de couro recebem casais e rodas de amigos descolados.

Em um iluminado balcão são preparados clássicos da coquetelaria, como a equilibrada margarita (R$ 20,00), além de criações de Eduardo Haus, caso do jacarandá (R$ 24,00). Leva cachaça, cardamomo, suco de abacaxi e açúcar.

Há poucas sugestões para comer. Se a fome apertar, opte pelo duo de empanadas (R$ 10,00). Uma tem no recheio o ótimo e ácido queijo da Serra da Canastra e a outra, carne picada na ponta da faca.

Como esse Tatu é tinhoso, é melhor checar a programação antes de sair de casa. Os shows são alterados com frequência e, às vezes, nem sequer acontecem.

Nesse caso, anima a pista a variada playlist do lugar, com soul, groove, salsa, MPB...

Rumo ao escurinho: é preciso descer quinze degraus para chegar ao bar

BEBIDAS ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO