Passeios de outono

Tá quente, tá frio!

Um roteiro para curtir as variações de temperatura no mesmo dia, típicas da estação

Por: Bruno Cesar Dias - Atualizado em

quente e frio arte
(Foto: Arte:Leonam Bernardo)

O outono, assim como a primavera, é uma estação de temperaturas amenas e agradáveis. No entanto, por ser a “porta” do inverno, traz variações bruscas de temperatura. De manhã, frio. Na hora do almoço, calor. No fim de tarde, faz frio novamente.

Para completar, segundo o portal Climatempo, as temperaturas de maio têm estado abaixo da média para o mês, entre 14° e 23°. Neste ano, elas já chegaram a 10,5°, na madrugada do dia 2, e a 27°, no último dia 11.

Se não é possível ir contra as loucuras do termômetro, saiba como se adaptar sem perder o que cidade tem de melhor a oferecer. Em clima de coloca e tira o casaco, apresentamos sete sugestões de programas para acompanhar o sobe-desce da temperatura.

Confira abaixo:

Tá frio!!!

O sol nasce fraco, fraco, só para clarear a manhã. Nada melhor do que começar o dia frio numa boa padaria e tomar uma bebida bem quentinha. Indicada pelo júri da COMER & BEBER, a Barcelona tem sua primeira fornada de pães às 6h. A casa também oferece delícias como o folhado de escarola e provolone.

Esquentou...

Por volta das 10h, surge o momento ideal para aproveitar o Parque do Ibirapuera, que abriga o MAC - Ibirapuera e une natureza e cultura. No museu, está em cartaz a elogiada exposição Modernismos no Brasil

ibira_out
Parque do Ibirapuera: clima do outono fica ainda mais propício para passeios e pedaladas (Foto: Roberto Setton)

Tá quente!!!  

O sol está a pino e o movimento incessante e insano da cidade deixa a sensação térmica ainda mais abafada. Para quem quiser almoçar em clima de bosque, o Kaá une a boa cozinha do chef Pascal Valero e o paisagismo de Gica Mesiara, que criou um jardim vertical de 7.000 mudas, de mais de 40 espécies, em quase 400 metros quadrados de parede.

Esfriou...

O meio da tarde traz ventos mais gelados como companhia. Um passeio ruas badaladas de São Paulo é uma boa opção para quem quer programas variados num mesmo lugar. Na Oscar Freire, pode-se ver sapatos descolados na Schutz, tomar um café na Boutique Nespresso e fazer um lanche na tradicional Frevo. Tudo isso sem andar demais.

oscarf_out
Rua Oscar Freire: Além de passarela da moda da estação, o boulevard oferece opções de bons restaurantes e lanchonetes (Foto: Roberto Setton)

No fim do dia, é hora de colocar o casaco de novo. Fuja dos congestionamentos e passe um tempo no Centro Cultural São Paulo. Entre exposições, livros, comidinhas, gente jovem e um jardim suspenso, opção de diversão não vai faltar.

Tá frio!!!

O jantar pede pratos com mais calorias para uma noite confortável. Famoso pelas massas artesanais e com quantidade certa de molho, a cantina Marina de Vietri oferece, só nas massas frescas, três opções de nhoque, três de tagliatelle e quatro de espaguete.

Gelou!!!

Casacos, cachecóis, mantôs, boinas e luvas tomam ruas e espaços culturais na cidade. Aproveite a elegância da metrópole e curta uma boa peça, como a elogiada Doze homens e uma sentença, em cartaz no teatro Tucarena, e depois vá dançar na D-Egde, onde a pista é garantia de clima quente para a madrugada.

Fonte: VEJA SÃO PAULO