Criminalidade

Suzane von Richthofen cumprirá pena em regime semiaberto

Após confessar o crime, ela foi condenada a 38 anos e seis meses de prisão pela morte dos pais em 2002

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Réu confessa do assassinato dos pais, Suzane von Richthofen recebeu o benefício de cumprir o restante de sua pena em regime semiaberto. A decisão foi tomada pela juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, da 1ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté.

+ Polícia prende em shopping um dos dez criminosos mais procurados

Em sua decisão, a juíza explicou que a Lei de Execução Penal exige dois requisitos – objetivo (temporal) e subjetivo (mérito do condenado) – para a mudança ao regime semiaberto. No caso, Suzane “encontra-se presa há 12 anos, não apresenta anotação de infração disciplinar ou qualquer ouro fator desabonador em seu histórico prisional”.

+ "Levei soco, joelhada e chute", diz ativista preso em manifestação

Suzane foi condenada a 38 anos e seis meses de prisão pelo assassinato dos pais Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002. Deste então, ela tem sido considerada uma das presas mais influentes e com melhor comportamento na Penitenciária Feminina I de Tremembé.

+ Confira o que acontece na cidade

Em nota, a  Secretaria da Administração Penitenciária informou que, "até o presente momento, a administração da Penitenciária Feminina I de Tremembé não recebeu nenhuma comunicação da Vara das Execuções Criminais da Comarca de Taubaté, informando sobre eventual concessão do benefício do regime semiaberto para a presidiária Suzane von Richthofen".

Fonte: VEJA SÃO PAULO