Crime

Suspeitos de matar menino boliviano são encontrados mortos na prisão

Criança foi morta com tiro na cabeça durante assalto na Zona Leste ocorrido em junho

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Brayan Yanarico Capcha
Garoto Brayan Yanarico Capcha foi morto com um tiro na cabeça (Foto: Reprodução TV/ Rede Globo)

Dois suspeitos da morte do menino boliviano Brayan Yanarico Capcha, 5 anos, durante assalto a uma casa, foram encontrados mortos em uma cela do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Santo André na sexta-feira (30).

+ Leia mais sobre o caso

Paulo Ricardo Martins e Felipe dos Santos Lima cumpriam prisão preventiva e estavam na unidade há apenas quatro dias. Antes de chegar ao CDP, estavam encarcerados em dependências da Polícia Civil. De acordo com nota divulgada pela Secretaria de Administração Penitenciária, foi instaurado um inquérito para apurar a causa das mortes. O caso também será investigado pela Corregedoria Administrativa do Sistema Penitenciário. Os investigadores trabalham com hipótese de envenenamento. Martins foi enterrado no Cemitério Curuçá neste domingo (1º), às 10h. O sepultamento de Lima está previsto para ocorrer às 13h no cemitério São Pedro, na Zona Leste da capital.

família  Brayan Yanarico Capcha
Os pais do garoto Brayan Yanarico Capcha (Foto: Reprodução TV/ Rede Globo)

Segundo a polícia, Brayan foi morto com um tiro na cabeça no colo da mãe porque chorava demais, o que teria irritado os assaltantes. O crime ocorreu durante um assalto na Zona Leste em junho deste ano.

Com informações de VEJA.COM.

Fonte: VEJA SÃO PAULO