Criminalidade

Suspeito que fugiu em roubo de moto é preso pela polícia

Assalto foi registrado por câmera acoplada ao capacete; um dos ladrões foi baleado 

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM

A polícia prendeu o segundo jovem que participou da tentativa de rouba de uma moto Hornet na Penha, em outubro. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Leonardo Silva Barros de Melo, de 19 anos, foi filmado por uma câmera que estava acoplada ao capacete do motociclista. Na ação, o assaltante que aparece armado, Leonardo Escarante Santos, de 18 anos, foi atingido por um tiro dado por um policial que estava à paisana. Após ser medicado, foi preso.

Segundo a SSP, uma denúncia anônima ajudou a encontrar o rapaz. A informação era de que ele estaria bebendo cerveja no bar de seu pai, no bairro Ermelino Matarazzo, na Zona Leste da cidade. Na casa do jovem, onde também funciona o estabelecimento comercial, os PMs foram recebidos pelo pai do jovem. Durante buscas, a equipe o encontrou o procurado deitado na cama de um dos quartos.

O caso

O vigilante Anderson Magai se dirigia ao Salão Duas Rodas, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em meados de outubro, quando foi abordado por dois adolescentes montados em uma moto. Um deles era Leonardo Escarante Santos, de 18 anos. Com as motocicletas ainda em movimento, Leonardo e seu parceiro dão voz de assalto a Anderson, que entrega logo sua moto modelo Honda Hornet.

Enquanto isso, um policial que voltava do trabalho assistia a tudo em um carro preto, bem próximo ao assalto. Pouco depois de Anderson entregar o veículo, o ladrão sobe na moto e é abordado pelo PM que acerta dois tiros no rapaz, um na perna e outro no abdômen, depois que o jovem aponta a arma para ele. Enquanto isso, o parceiro foge sem levar nada.

No vídeo é possível ver o momento em que a vítima do assalto agradece ao policial com o bandido ainda no chão. "Obrigado polícia. Agora vai roubar no inferno. Minha moto você não vai levar não”, diz o cinegrafista.

Pouco tempo depois, o policial que baleou o assaltante foi condecorado com a Láurea de Mérito Pessoal em 1º Grau. A honraria, a mais alta oferecida pela polícia, é atribuída a policiais que se destacaram em sua área de atuação por atos de bravura.

Fonte: VEJA SÃO PAULO