Saúde

Surto de gripe H1N1 esgota vacinas em clínicas particulares

Enquanto as imunizações não chegam à rede pública de saúde, pacientes formam filas em centros privados da capital

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Vacina
Vacina: rede pública ainda não tem imunização e clínicas particulares ficam sem estoque (Foto: Thinkstock)

Diante do surto prematuro da gripe H1N1, o Ministério da Saúde antecipou o calendário de distribuição de vacinas em todo o país. As primeiras remessas começam a ser enviadas na sexta (1º). Segundo a Secretaria de Saúde do estado, primeiramente serão vacinados mais de 532 000 profissinais de saúde da capital e Grande São Paulo. A ampliação para crianças até 5 anos, gestantes e idosos deverá ocorrer somente a partir do dia 11 de abril.

+ Gripe H1N1 mata três vezes mais no estado que em 2015

Já na rede privada, além de alguns grandes hospitais como o Israelita Albert Einstein, clínicas particulares especializadas são os principais locais de procura dos paulistanos preocupados em se imunizar contra o vírus. No Campo Belo, o Centro de Imunização e Apoio Terapêutico (CIAT), por exemplo, recebeu um lote da vacina na noite da última segunda (28), que durou apenas até a tarde desta terça (29).

+ Pergunte ao Doutor: Há risco de uma nova epidemia de H1N1?

A partir de 6 meses de idade, qualquer pessoa pode ser vacinada. As contraindicações existem apenas para quem tem alergia à proteína de ovo e aos componentes da fórmula. E mesmo quem tomou em 2015 é orientado a repetir a dose.

"Dependendo da vacina que a pessoa tenha tomado, não está imunizada contra todos os subvírus", diz a médica Bianca Grassi de Miranda, infectologista do Hospital Samaritano.

+ Com H1N1, Marcelo Rezende se afasta do Cidade Alerta

Abaixo, selecionamos alguns endereços que vacinam adultos e crianças. A reportagem de VEJA SÃO PAULO tentou contato com outras cinco clínicas, mas sem sucesso. Até mesmo os telefones estavam congestionados. Localizada em Perdizes, a Clivan Vacinas, por exemplo, chegava a atender a ligação, apenas para desligar em seguida. Ao fundo era possível ouvir o barulho de crianças e conversas sobre a gripe.

Antes de ir aos endereços, recomenda-se ligar e confirmar a disponibilidade das vacinas:

■ Ciat - Centro de Imunizações e Atendimento Médico

Tipos: Trivalente (H1N1, H3N2 e influenza B/Brisbane) e tetravalente (H1N1, H3N2, influenza B/Brisbane e influenza B/Phuket) disponíveis somente a partir de quinta-feira (31)

Preços: 100 e 120 reais

Endereço: Avenida Vereador José Diniz, 3457 - 5º andar, Campo Belo

Telefone: 5041-1248

 

■ Vacinar Centro de Imunização

Tipos: Trivalente disponível a partir de quarta-feira (30) no período da tarde

Preço: 110 reais

Endereço: Avenida Portugal, 307, Brooklin

Telefone: 3375 - 6126

 

■ Hospital Israelita Albert Einstein

Tipos: Trivalente disponível por volta das 15h30 dessa terça (29)

Preço: 145 reais

Endereços: Avenida Albert Einstein, 627/701, Morumbi / Rua República do Líbano, 501, Ibirapuera / Rua Apiacás, 85, Perdizes / Shopping Cidade Jardim, 5º piso

Telefone: 2151-2255

 

Sírio-Libanês  

Tipos: Trivalente deve chegar na quarta (30) pela manhã. Tetravalente somente daqui a duas semanas

Preço: 100 reais

Endereço: Rua Dona Adma Jafet, 115 - Bela Vista

Telefone: 3394-4616

Fonte: VEJA SÃO PAULO