Para os dias quentes

Sucos com água de coco e hortelã são apostas para o verão

Restaurantes criam novas misturas refrescantes para a época. Até bebidas alcoólicas aparecem mais geladas.

Por: Daniel Ottaiano

BeFresh - Smoothies
Smoothies: aposta do restaurante BeFresh para o verão (Foto: Bettina Fiuza)

É quando as temperaturas sobem que aumenta a busca por alimentos para atenuar o calor. À exemplo dos sorvetes, que no verão ficam mais leves, os sucos encorpados dão lugar a receitas que incluem, por exemplo, água de coco e hortelã. Em lanchonetes e restaurantes da cidade já se encontram bebidas que levam esses dois ingredientes e mais outros, como abacaxi e lima da pérsia.

Esse preparo pode ser encontrado nas lojas da rede Suco Bagaço, ao preço de 9,90 reais. Outra novidade da marca para aproveitar os dias de sol é melancia com cenoura, por 8,50 reais. A Spremuto também investe na água de coco. Em sua versão de verão, aparece com maçã verde por 5,90 reais. Já no Pé no Parque, o que vale é a sazonalidade das frutas. Voltou ao cardápio da casa o tamarindo.

Outros estabelecimentos contam com uma versão mais gelada dos sucos. Os novos smoothies que chegaram ao Wraps levam soja como base. É o caso do aruba (que também inclui sorbet de limão, abacaxi e maçãs). Pelo mesmo preço de 10,90 reais, há o bahamas, que reúne sorbet de limão, frutas vermelhas e bebida de soja sabor uva. O BeFresh também investe nesse tipo de receita, com o veludo vermelho, que mistura açaí, maçã e banana, por 7,50 reais.

Até mesmo as bebidas alcoólicas aparecem na estação mais quente do ano em versões mais geladas. No bar Pé de Manga, o menu ganha frozens, como o revigorante (vodca, suco de abacaxi, água de coco de hortelã), por 16,50 reais. O pé de manga é preparado com a fruta que dá nome à casa (e ao próprio drinque), gelo, vodca e groselha, ao preço de 17 reais.

Veja abaixo dez lugares para se refrescar com um suco em São Paulo:

Bacuri Eleita a melhor casa de sucos pelo “Comer & Beber 2010-2011”, fica em frente à Faap. Do extenso cardápio, o refrescante leva água de coco, uva Itália e hortelã (8 reais).

BeFresh O restaurante não usa água ou açúcar em seus sucos. Os preparos só com frutas incluem o smoothie veludo vermelho, que mistura açaí, maçã e banana (7,50 reais).

Bolados Sucos Os preços de suas preparações variam de 3,50 a 5,50 reais. Pontos turísticos do Brasil dão nome às receitas, como o Jericoacoara (açaí, banana, xarope de guaraná e leite).

MadureiraLoja permite escolher as frutas e montar seu próprio suco, com preços que vão de 4,50 a 8,50 reais. Encontram-se atemoia, abacaxi, uva roxa, tangerina e amora, por exemplo.

Mango Smoothie Frutas congeladas e sorbet ou sorvete de iogurte fazem essas vitaminas. O peach breeze combina sorbet de tangerina, pêssego e morango, por 9,90 reais.

Pé no Parque Trabalha de acordo com a sazonalidade das frutas. A novidade é a volta do tamarindo. Um suco simples sai por 5,50 reais. A mistura de mais de uma fruta eleva o preço para 6,50 reais.

Spremuto Água, leite ou água de coco juntam-se às frutas, com preços que vão de 4,90 a 11,40 reais. Novo sabor de verão, o green fresh (maçã verde com água de coco) sai por 5,90 reais.

Suco Bagaço A estação mais quente do ano chega com novos sabores no cardápio. Por 9,90 reais, é possível tomar a receita de maracujá, hortelã e pêssego, manga, hortelã e laranja ou abacaxi, lima da pérsia, hortelã e água de coco.

Wraps As novidades de verão são os smoothies com soja. Por 10,90 reais, pode se pedir o aruba (com sorbet de limão, abacaxi e maçã).

Xandis Sucos O quiosque usa frutas frescas para sua preparações. O suco de abacaxi e uva verde, por exemplo, custa 9,50 reais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO