Nutrição

O roteiro do suco verde

Antioxidante e com alto teor de fibras, a bebida é aliada de quem pratica atividade física e busca qualidade de vida. Confira seus benefícios e saiba onde provar

Por: Carolina Romanini - Atualizado em

Suco Verde - Green Juicing - Latinstock 2
Na receita do suco, ingredientes como folhas verdes e vegetais são a base (Foto: Latinstock)

Devidamente registrado no Instagram por nove entre cada dez famosas e blogueiras de fitness, a bola da vez no que diz respeito à nutrição e emagrecimento é o suco verde. Feito, principalmente, com folhas e vegetais frescos, além de frutas, grãos e sementes, a receita promete acelerar o metabolismo, dar saciedade, atuar na redução de inchaços e da celulite, além de hidratar a pele. A febre lembra a do suco de clorofila, em meados dos anos 1990.

+ 'Comer & Beber' 2013: onde tomar suco verde

“A principal diferença do suco verde para o suco de clorofila é a variedade de nutrientes e vitaminas que o suco verde tem em vantagem. Mas nada impede que a clorofila também seja acrescida à mistura”, diz a nutricionista Alessandra Rodrigues.

Uma das receitas mais famosas é a do Suco do Vivo, vendida por meio de assinatura, que faz a entrega da bebida diariamente na casa do consumidor. “Nossa receita é feita durante a madrugada e entregue nas primeiras horas do dia, dessa maneira, o suco não perde seus nutrientes essenciais”, diz Silvia Andrenonni, uma das sócias do negócio. O valor do serviço é de 270 reais por mês para a embalagem de 300ml entregue de segunda a sexta.

Aperfeiçoado ao longo de seis anos para melhorar seu paladar sem perder o valor nutricional, um dos diferenciais do Suco do Vivo é o uso de grãos germinados. “Os grãos têm seu potencial multiplicado em seu processo embrionário, dando ainda mais vitalidade a quem consome, especialmente pela manhã”, acrescenta Silvia.

Suco Verde - Suco do Vivo - Divulgação
O Suco Do Vivo: feito de madrugada e entregue toda manhã na casa dos assinantes, para não perder os nutrientes essenciais (Foto: Divulgação)

Sua receita original a empresa não revela, mas ela sugere uma opção de suco verde para fazer em casa.

Ingredientes:

  • 1 pepino
  • 1 maçã
  • 3 folhas de couve
  • 1 pedacinho de gengibre a gosto
  • 1 punhado de folhas de hortelã a gosto

Modo de preparo:

  • Lave em água corrente todos os ingredientes e bata no liquidificador até que tudo tenha se transformado em líquido. Coe e consuma em até 24 horas. Se houver dificuldade em bater os ingredientes no liquidificador, acrescentar água de coco a gosto.

Segundo a nutricionista, o suco verde tem uma série de indicações. “Todos eles fornecem nutrientes antioxidantes, fibras (que aumentam a saciedade), além de terem efeito diurético, pois o suco hidrata bastante o organismo. É indicado para quem pratica atividade física, mas também às pessoas que querem emagrecer ou tratar de constipações e inchaços, entre outras coisas”, diz Alessandra.

Em versões variadas, a bebida também é servida em algumas das principais casas de sucos da cidade. Confira no roteiro abaixo onde provar:

- Madureira Sucos

O saladão é feito à base de maçã, pepino, salsão, gengibre, limão, espinafre e hortelã. R$ 8,40

- Frutaria São Paulo

O famoso detox leva couve, pepino japonês, agrião, melão, maçã e raspa de gengibre. R$ 12,00

- Caramella Sucos Naturais

A versão do suco de couve leva também abacaxi, limão e água de coco. R$ 7,00

Fonte: VEJA SÃO PAULO