Noite

Studio SP é considerado casa dos alternativos

Aos três anos, o Studio SP consolida-se como point de artistas descolados

Por: Filipe Vilicic - Atualizado em

Mescla de casa de shows e balada, o Studio SP firmou-se na noite paulistana como um lugar onde é possível dançar, beber e ouvir um bom som ao vivo. Entre sexta (28) e domingo (30), celebra seu terceiro aniversário com uma festança no Auditório do Ibirapuera. O sexteto paulistano Hurtmold embala todos os dias do agito, que conta ainda com convidados como o cantor carioca Marcelo Camelo. "Comemoramos a criação de um palco que serve a músicos novos e de vanguarda", diz o instrumentista Guilherme Granado, do Hurtmold. "Na cidade, não há outro espaço de qualidade com essa proposta." Os ingressos para o evento custam 30 reais.

O Studio foi aberto em novembro de 2005, na Rua Inácio Pereira da Rocha, em Pinheiros, num sobrado de cerca de 200 metros quadrados. Atraía por noite cerca de 300 pessoas, quase sempre com fila na porta. Em maio deste ano, mudou-se para um galpão de 460 metros quadrados na Rua Augusta, no centro, e dobrou seu público. "Ficamos famosos e ganhamos credibilidade por ajudar a divulgar artistas", afirma Mau-rizio Longobardi, um dos sócios. "Mallu Magalhães, Cérebro Ele-trônico e Miranda Kassin são alguns dos nomes que vingaram após passar por aqui." Na carona do sucesso, o Studio pretende abrir uma filial no Rio de Janeiro, além de promover eventos pelo Brasil e shows com artistas latino-americanos em 2009. "Queremos espalhar nossa proposta", conta Longobardi.

Próximas atrações

Novembro

26

Del Rey

27

Bonnie

Prince Billy

29

Instituto

Dezembro

2 e 3

Lobão

11

Mallu Magalhães

Studio SP. Rua Augusta, 591, Consolação, 3129-7040. Terça e quarta, a partir das 21h, e quinta a sábado, a partir das 23h. www.studiosp.org.

Fonte: VEJA SÃO PAULO