Política

STF autoriza José Dirceu a cumprir resto de pena em casa

Petista, que ficou detido por menos de um ano, abateu dias de prisão por ter trabalhado e estudado

Por: Veja São Paulo

José Dirceu
José Dirceu: condenado a sete anos e 11 meses no caso do mensalão (Foto: Divulgação)

Decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a prisão domiciliar de José Dirceu, ex-chefe da Casa Civil, condenado no julgamento do mensalão. O petista poderá cumprir o restante da pena de sete anos e 11 meses em casa.

+ Lula diz que irá disputar eleição em 2018

O ex-ministro de Lula teria direito à progressão para o regime aberto apenas em março de 2015, mas Barroso, relator do processo do mensalão, confirmou o benefício agora pelo fato de ele ter trabalhado e estudado na prisão e ter abatido parte dos dias de sua sentença. Dirceu ficou menos de um ano detido.

Para cumprir o restante da pena em casa, o detento deve se comprometer a a morar no endereço declarado à Justiça, recolher-se das 21 horas até as 5 horas e ficar recluso nos domingos e feriados por período integral nos primeiros meses da pena.

Fonte: VEJA SÃO PAULO