Beleza

Spa Week: bem-estar que cabe no bolso

Massagens e tratamentos estéticos a preços promocionais são o atrativo da terceira edição do evento, que oferece descontos em 29 clínicas paulistanas

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Spa Week 2182
A engenheira Taiane Tanaka, fã do evento: “Marquei meus tratamentos no segundo dia” (Foto: Fernando Moraes)

Instalado num espaço de 660 metros quadrados do Hotel Tivoli, na Alameda Santos, o Elements Spa enquadra-se na categoria que algumas de suas clientes definem como 'chiquérrima'. Por isso mesmo, há quem seja louco para frequentar o lugar, mas não o faz por medo de gastar demais. A boa notícia para essa turma vem na forma de um evento, o Spa Week, promoção simultânea que começa neste sábado (11). Funciona assim: os 42 centros de bem-estar participantes — 29 deles na capital — oferecem ao público um menu de três tratamentos com desconto, ao preço fixo de 70 reais cada um. Nada mau, levando-se em conta que uma massagem normalmente sai por quase 200 reais, caso do Hara e do próprio Elements.

+ Confira a lista dos spas participantes e os tratamentos oferecidos a 70 reais

Devido aos preços mais em conta, agendar horário pode ser difícil. “Marquei logo no segundo dia”, conta a engenheira ambiental Taiane Tanaka, que no resto do ano não costuma frequentar spas. Ela faz parte de uma parcela de paulistanos considerada público-alvo principal da promoção conjunta. Ou seja, gente que até poderia pagar o preço cheio de um tratamento mas não o faz, por falta de hábito ou simplesmente por achá-lo alto. Trata-se da mesma lógica de uma amostra grátis: conquistar novos clientes demonstrando a qualidade de um produto ou serviço. “Meu interesse em participar não é financeiro, quero apenas apresentar meu negócio”, afirma Ana Hara, proprietária do Hara, no Jardim Europa.

Spa Week 2182
Drenagem com pedras semipreciosas no Hara: de 152 por 70 reais (Foto: Mario Rodrigues)

O Spa Week reflete uma mudança no perfil dessas clínicas. Até o fim dos anos 90, elas costumavam ser sinônimo de lugar ao qual recorria quem precisava perder peso. Para desfrutar as combinações de massagens, banhos de ofurô e tratamentos de beleza como as que estão disponíveis em dezenas de endereços, era necessário sair do país. Ao longo da década, esses espaços se multiplicaram. “Estima- se que 60% dos spas brasileiros estejam concentrados em São Paulo”, diz Gustavo Albanesi, organizador do evento e presidente da Associação Brasileira de Clínicas e Spas.

Segundo ele, a inspiração veio de outra promoção conjunta que faz sucesso entre os paulistanos, a Restaurant Week. “Fui almoçar com minha irmã e vi como o lugar estava cheio, daí resolvi montar algo parecido”, conta. Parece ter sido uma boa decisão, a julgar pelos números. Na primeira edição, em outubro de 2009, foram realizados 6 654 atendimentos. “Equivale a um crescimento de 110% em relação ao resto do ano”, ressalta Albanesi. A expectativa dele para essa terceira temporada de descontos conjuntos, que vai até o dia 25, é mais alta. “Chegaremos a 15 000 tratamentos.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO