Acidente

Sophia Alckmin faz homenagem ao irmão Thomaz

O filho caçula do governador de São Paulo completaria 32 anos nesta segunda (6); ele morreu em um acidente de helicóptero na última quinta (2)

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Thomaz Alckmin
Thomaz Alckmin com os irmãos, Sophia e Geraldo (Foto: Reprodução/Facebook)

A filha do governador de São Paulo, Sophia Alckmin, publicou nas redes sociais uma mensagem para homenagear o irmão caçula, Thomaz, que completaria 32 anos nesta segunda (6). Ele morreu em um acidente de helicóptero que matou na quinta-feira (2) cinco pessoas em Carapicuíba.

+ Empresa confirma reinstalação de pás em helicóptero

“O coração já está apertado de saudades, mas cheio de histórias boas para relembrarmos”, escreveu Sophia, destacando que Thomaz sempre foi o mais aventureiro e destemido da família.

thomazalckmin
Imagem de Thomaz Alckmin publicada pela irmã Sophia nas redes sociais (Foto: Reprodução Instagram)

+ Fotos mostram resgate após queda de helicóptero

A filha do governador aproveitou ainda para agradecer as mensagens de “carinho, solidariedade e amor” que está recebendo.

Além de Thomaz, que era piloto profissional, mas não estava conduzindo a aeronave, morreram no acidente o piloto Carlos Haroldo Isquerdo Gonçalves, 53, e os mecânicos Paulo Henrique Moraes, 42, Erick Martinho, 36, e Leandro Souza, 34. Todos participavam de um voo-teste após manutenção do veículo.

+ Crianças estavam na casa atingida em acidente que matou filho de Alckmin

O helicóptero em que os cinco tripulantes morreram estava em teste, após passar por manutenção e balanceamento. A polícia confirmou ter encontrado três pás, o que reforça a principal suspeita de que o equipamento se desfez no ar. Nesta segunda, a empresa Seripatri confirmou que houve a manutenção e a reinstalação das pás no rotor do helicóptero.

Confira a íntegra da mensagem publicada por Sophia Alckmin no Instagram:

“Hoje o Thomaz, nosso caçulinha (mas o mais aventureiro e destemido de nós três) faria 32 anos. Falam que só damos o devido valor às pessoas quando as perdemos, mas este não é o meu caso. Sempre tive plena consciência e gratidão pela família maravilhosa que tenho.

O coração já está apertado de saudades, mas cheio de histórias boas para relembrarmos.

Rezo muito por ele, pelos amigos que se foram com ele, suas famílias e a nossa. Que todos nós encontremos paz e conforto na fé.

Não tenho palavras para agradecer tanto carinho, solidariedade e amor. Me emociono lendo tantas mensagens, em sua maioria de pessoas que nem conheço, deixando ao menos uma palavra de apoio. Saibam que elas fazem sim muita diferença neste momento. Obrigada, obrigada, obrigada.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO