Comidinhas

Smu Smoothie Bar prepara vitaminas com frozen yogurt e sorbet

Escurinho e colorido, o minúsculo endereço do Baixo Augusta é animado por música de balada

Por: Fabio Wright

Smu Smoothie Bar - comidinhas - 2245
Escurinho e colorido: o espaço ganha clima de bar à noite (Foto: Mario Rodrigues)

Em busca de ideias para abrir um negócio, o então estudante de administração de empresas Flávio Soriano aproveitou um trabalho de faculdade para pesquisar a região do Baixo Augusta. Além de bares e clubes, encontrou por ali endereços especializados em pizza em pedaço, temaki, kebab e comida tex-mex, entre outros. Decidiu então explorar um ramo no qual não teria concorrentes: o dos smoothies, vitaminas batidas com sorbet ou frozen yogurt. No burburinho da Rua Fernando de Albuquerque (no quarteirão entre a Augusta e a Haddock Lobo), o jovem empreendedor, hoje com 23 anos, criou o Smu Smoothie Bar. Escurinho, colorido e minúsculo, o lugar animado por música de balada ganha um indisfarçável clima de bar à noite. Como não há cozinha, tudo é preparado atrás do balcão, à vista dos clientes.

Smu Smoothie Bar - comidinhas - 2245
Os smoothies: quinze receitas no menu (Foto: Mario Rodrigues)

Batizados com nome de cartas do tarô, os quinze densos smoothies (R$ 8,90, o copo de 300 mililitros; R$ 11,90, o de 500 mililitros) são feitos de três maneiras — com frozen yogurt, sorbet de limão-siciliano (sem leite) ou sherbet de tangerina (com 4% de leite) como base. Os atendentes indicam a melhor combinação. Quem quiser poderá incrementá-los com vodca nacional (acréscimo de R$ 4,00) ou importada (acréscimo de R$ 8,00). Três boas dicas: o mundo, de polpa de açaí, xarope de guaraná e chá sabor amora; a força, mistura de manga e amora mais suco de morango; e o ótimo o louco, de abacaxi, hortelã e suco de tangerina.

+ Restaurantes investem em sorvetes artesanais

+ Cafés gelados para refrescar a rotina

+ Restaurantes especializados em um só tipo de prato

Para acompanhar, escolha os sanduíches nos pães bagel e ciabatta, a exemplo do de pastrami, queijo gouda, mostarda de Dijon e rúcula (R$ 19,90) prensado na chapa quente.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO