Guia

Site mostra onde beber uma boa pinga

Além de indicar alambiques, Mapa da Cachaça fala sobre a história da bebida e dá dicas de receitas que harmonizam bem

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

Cachaça
Mapa da Cachaça: site indica os melhores lugares para provar uma marvada (Foto: Gabriela Barreto)

Desde os tempos de faculdade Felipe Januzzi alimentava a ideia de fazer algo relacionado à cachaça. Formado em imagem e som pela Universidade Federal de São Carlos, o paulista de Campinas, 25 anos, passou a frequentar degustações de vinho na cidade do interior de São Paulo onde se formou. “Nos cursos, eu me interessava mais sobre a história da bebida. Com o tempo, acabei indo atrás de algo do gênero em relação à cachaça." A ideia surgiu como um documentário, que não saiu do papel. No ano passado quando, já morador da capital, Januzzi conheceu Leandro Batista, o sommelier de cachaça do Mocotó, e retomou o projeto, agora dentro do site Mapa da Cachaça.

+ Lugares com boa cachaça em São Paulo

+ Salve a caipirinha: manifesto pede cachaça no drinque

+ Mocotó reúne cerca de 400 rótulos de cachaça

A página começou com foco apenas em vídeos, mas outros formatos, como receitas e crônicas, começaram a ser usados para falar sobre a cultura de cada região brasileira sob a ótica da bebida. “Além de conhecer a graduação alcoólica e outros quesitos técnicos, queremos fazer o registro regional da história da cidade de cada alambique, quem é o produtor”, afirma Januzzi.

Mapa da Cachaça
(Foto: Veja São Paulo)

Outro atrativo do site é o WikiCachaça, uma espécie de mapa colaborativo do Brasil onde estão apontados diversos endereços onde encontrar boas versões da bebida. A ferramenta foi lançada em julho e qualquer usuário pode indicar um local para ser incluído. Segundo Januzzi, há no território nacional cerca de 5.000 alambiques formalizados e cerca de 200 já cadastrados no site. Dicas de bares especializados em um bom rabo de galo também podem ser encontradas na coluna “Onde Beber Cachaça”, no blog.

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter

Batista também mantém uma coluna em vídeo, “O Sommelier da Cachaça”, no qual avalia diversas marcas. Outro atrativo são as receitas e drinques que a chef Bia Goll, do Otto Bistrot, prepara com a bebida. A equipe do Mapa da Cachaça é formada por seis pessoas, mais seis colaboradores de outros blogs como Hamilton Bavutti, do Receita Passo a Passo, e Fla Telles, do Arte na Cozinha.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO