Crise hídrica

Sistema Cantareira registra alta neste sábado (19)

Alto Cotia e Rio Grande perderam água enquanto o manancial Rio Claro permaneceu estável

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cantareira
Represa Jaguari-Jacareí, do Sistema Cantareira (Foto: Luis Moura/WPP/Folhapress)

De acordo com boletim divulgado pela Sabesp neste sábado (19), o sistema Cantareira registrou nova alta em seu volume hídrico e opera com 63,1% de sua capacidade. Na sexta (18), o manancial operava com 62,9%. Se for considerado apenas o volume útil, que prevalece acima do volume morto, o valor é de 33,8% da capacidade total.

+ Praça Roosevelt sofre com vandalismo, drogas e sujeira

Quando o assunto é chuva, o Cantareira recebeu 154,3 milímetros de chuva, cerca de 86,6% do previsto para todo o mês. no mês de fevereiro, as represas do sistema receberam 236,4 mm, o equivalente a 16,7% acima do esperado para o período. Em 30 de dezembro de 2015, o manacial deixou a dependência do volume morto após 19 meses de crise hídrica.

+ Acompanhe as últimas notícias

O sistema Alto Tietê teve uma pequena alta, enquanto o Guarapiranga e o Rio Claro se mantiveram estáveis. Já os sistemas Alto Cotia e o Rio Grande perderam água. Confira a atual situação de todos os mananciais que abastecem o estado:

- Alto Cotia: 16,5 bilhões de litros e está com 100,9% da capacidade

- Alto Tietê: 573,8 bilhões de litros e está com 43,4% da capacidade

- Cantareira: 1.269,5 bilhões de litros (com o volume morto) e está com 63,1% da capacidade

- Guarapiranga: 171,2 bilhões de litros e está com 87,6% da capacidade

- Rio Claro: 13,7 bilhões de litros e está com 100,3% da capacidade

- Rio Grande: 112,2 bilhões de litros e está com 96,6% da capacidade

Fonte: VEJA SÃO PAULO