ABASTECIMENTO

Sistema Cantareira e Alto Cotia ficam estáveis

Reservatório opera com quase 40% de sua capacidade

Por: Estadão Conteúdo

Represa Cantareira
Sistema Cantareira: nível está 36,6% (Foto: Rodrigo Dionísio)

O nível do Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da capital paulista e da Grande São Paulo, permaneceu estável neste sábado após perda identificada no dia anterior, conforme dados divulgados há pouco pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Além dele, o reservatório de Alto Cotia também manteve o mesmo volume de água enquanto Alto Tietê, Guarapiranga, Rio Grande e Rio Claro registraram perda.

Sem considerar o volume morto, o Sistema Cantareira apresentou índice de armazenamento de 36,6%, idêntico indicador de ontem. Também permaneceram com a mesma capacidade o índice que considera o volume armazenado pelo volume total, em 51,0%, e o outro cálculo, que trabalha com o volume armazenado sobre o volume útil, em 65,9%. Ainda o sistema Alto Cotia manteve o nível de água e opera com 98,6% da capacidade.

+ Confira as últimas notícias da cidade

O nível do Guarapiranga, utilizado para socorrer o Cantareira durante a crise hídrica, baixou de 81,1% para 80,8%. A maior queda, contudo, foi registrada pelo manancial Rio Claro, cujo índice de volume armazenado passou de 100,6% ontem para 100,1% hoje. No Rio Grande, a queda foi de 0,4 ponto porcentual, para 88,1%. O sistema Alto Tietê apresentou índice de capacidade de 40,9% ante 41,0% ontem.

Fonte: VEJA SÃO PAULO