Religião

Edir Macedo quer criar a Meca paulistana, diz Silas Malafaia

Pastor diz que a Igreja Universal pretende erguer um centro de peregrinação

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, não irá participar da inauguração oficial do Templo de Salomão, que vai ocorrer hoje às 19 horas. “Não fui convidado”, diz. “E, mesmo se fosse, não iria.” Para ele, Edir Macedo quer fazer do local um ponto de peregrinação e transformá-lo na Meca paulistana.

 

O senhor foi convidado para a inauguração?

Não fui e, mesmo se fosse, não iria. Acho bacana fazer um templo bonito, isso eu aplaudo. Mas o Edir Macedo quer dar uma conotação de que esse templo está acima de todos os outros. Isso não é verdade.

Por que diz isso?

O Macedo fez um vídeo para explicar como as pessoas devem entrar no templo, a roupa mais apropriada e essas coisas. Ele próprio tem usado uma estola para entrar lá dentro, e também uma quipá. Isso se trata de uma estratégia para dar uma aura de que ali é um lugar muito especial e único. A verdade é que ele quer fazer do Templo de Salomão a Meca da Igreja Universal. O lugar vai se tornar um ponto de peregrinação, assim como os católicos fazem na Basílica de Aparecida.

Isso é condenável para os evangélicos?

Macedo trouxe pedras de Israel para as pessoas tocaram e orarem. Ele poderia ter trazido pedras do raio que o parta. Isso não faz nenhuma diferença. Por favor, não vamos entrar nessa de que esse templo é um lugar transcendental. Essa conotação é herética, não existe local acima dos outros.

Qual é a função de um templo?

Eles cumprem a função de reunir os fiéis e fortalecer a fé. A Bíblia diz que Deus habita o corpo, Deus está no povo. Nós é que somos o templo de Deus. O Macedo só é evangélico quando está com dor de barriga, ele não tem comunhão com outras igrejas e a Universal é isolada do seio da comunidade. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO