Final de ano

A atriz Nanda Costa apresentará Réveillon na Paulista

Sob o tema Eu Amo São Paulo, festa contará com shows da Titãs, Daniela Mercury e da dupla Fernando & Sorocaba

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Nanda Costa
Nanda Costa, a Morena de Salve Jorge, comandará a festa no palco armado na Avenida Paulista (Foto: Divulgação)

A atriz Nanda Costa, no ar como a protagonista Morena na novela global Salve Jorge será a apresentadora do Réveillon na Paulista, a festa da prefeitura que este ano terá como atrações os Titãs, Blitz, as cantoras Tiê e Daniela Mercury, a dupla Fernando & Sorocaba, além de DJ sets de Zé Pedro e Mau Mau.

As atrações foram anunciadas no último dia 14 pelo prefeito Gilberto Kassab e dirigentes da Playcorp, a empresa responsável pela realização da festa, em entrevista coletiva na prefeitura.

+ Escolha onde passar a virada do ano em São Paulo

Sob o tema Eu Amo São Paulo, a festa deve começar às 20h, com o show da cantora Tiê, que participou de entrevista coletiva junto de Daniela Mercury. A baiana faz seu segundo show no réveillon paulista, com apresentação comemorativa dos 20 anos da canção O Canto da Cidade. "Na França, as pessoas ficam quietas e passam frio na Champs-Elysées. O Brasil tem vocação para festas de rua", brincou a cantora. Os veteranos do Titãs, que neste ano comemoraram os 30 anos da banda relembrando o repertório do disco Cabeça Dinossauro, devem fazer a contagem regressiva para o Ano Novo, seguida da queima de fogos, que terá 15 minutos de duração.

Segundo o prefeito, são esperados 2 milhões de pessoas no evento. O público poderá participar por meio do Twitter, mandando mensagens sobre a cidade com a hashtag (código para sinalizar mensagens)  #RevnaPaulista, que serão exibidas nos 13 painéis de LED espalhados pela avenida.

Após o shows, com previsão de término à 1h30, os DJs Zé Pedro e Mau Mau prometem transformar a Paulista numa grande pista de dança. Segundo a empresa responsável pelo evento, haverá oitenta pontos de alimentação espalhados, com acesso a cartões de débito e crédito, além de 350 banheiros químicos.

A segurança será feita por 2 800 profissionais da Polícia Militar e da Guarda Municipal. Dez ambulatórios com ambulância e dez bases comunitárias também estarão à disposição do público.

Como em anos anteriores, as estações de metrô deverão funcionar a noite inteira. Na avenida, a estação Trianon será fechada a partir das 18h. O acesso à festa será feito pelas estações Brigadeiro, Paraíso e Consolação (linha verde), que ficarão abertas para embarque e desembarque. As demais estações funcionarão apenas para desembarque após as 2h da manhã.

Fonte: VEJA SÃO PAULO