Mistérios da Cidade

Shoppings querem humanizar atendimento com recepcionistas

Por: Daniel Nunes Gonçalves [Giovana Romani e João Batista Jr.] - Atualizado em

Balcões de informação, mapas e totens eletrônicos de autoatendimento podem estar com os dias contados nos shoppings de São Paulo. Para encontrarem suas lojas preferidas, os consumidores agora se informam com concierges bilíngues e simpáticas seguranças que circulam pelos corredores com headphones. "Queremos humanizar o atendimento", afirma Kátia Ardito, gerente de marketing do MorumbiShopping, que tem uma brigada de 85 recepcionistas – entre elas Rejane Alves, da foto acima.

Fonte: VEJA SÃO PAULO