Transito

Sexto dia de manifestações tem lentidão dentro da média

CET recomenda evitar a região da Av. Paulista, onde os manifestantes estão reunidos, e do Viduto do Chá, onde permanece um grupo pequeno de pessoas

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

manifestacao sexto dia
Manifestantes concentram-se no centro, na região da Praça da Sé (Foto: Tiago Oliveira / Veja São Paulo)

No sexto dia de manifestações contra o aumento do preço da passagem de ônibus e de metrô, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou lentidão 24 quilômetros às 21h. Neste horário, os manifestantes permaneciam concentrados na Avenida Paulista, que continua com tráfego bloqueado em ambos os sentidos. 

A Rua da Consolação, caminho de ida e volta para Paulista, tem trânsito intenso, mas nenhum registro de bloqueio. As demais vias da cidade fluem normalmente. 

A CPTM suspendeu a operação da Linha 9-Esmeralda (Osasco – Grajaú) por volta das 19h devido à depredação de alguns trens feita por manifestantes exaltados. A operação "Paese" foi acionada para atender os usuários, com ônibus percorrendo o trajeto.

Na segunda (18), a cidade registrou 129 quilômetros de lentidão às 20h - número que não supera o de quarta passada (12), recorde neste ano, com 234 quilomêtros no mesmo horário.

Fonte: VEJA SÃO PAULO