Negócios

Sete franquias curiosas que estavam na feira da ABF

Selecionamos entre as 480 marcas presentes no evento negócios com propostas diferentes

Por: Meriane Morselli - Atualizado em

IMG_2285
Corredores da ABF Expo: no Expo Center Norte (Foto: Meriane Morselli)

A feira, a maior do mundo nesse setor, esteve em cartaz no Expo Center Norte no fim do mês passado. Participaram da ABF Expo 480 marcas expositoras de todo o Brasil e do exterior. Confira sete negócios curiosos que estiveram por lá.

+ Onze eventos para curtir em shoppings

+ Evento para pets terá bazar, comidinhas e exposições

1 – Tecfit

IMG_2274
Tecfit: exercício sem esforço (Foto: Meriane Morselli)

Trata-se de uma nova forma de se exercitar. A empresa propõe a criação de academias equipadas com um centro de eletroestimulação muscular, feita com uma espécie de colete, chamado de traje de treino. São recomendados treinos de vinte minutos, duas vezes por semana – a promessa é que isso equivalha a três horas de musculação semanais. O investimento inicial total fica entre 300 000 e 345 000 reais e a área de instalação necessária é de 60 a 90 metros quadrados

2 – Virtual Extreme

game
O Virtual Exreme: máquinas de realidade virtual que visam a diversão (Foto: Meriane Morselli)

São máquinas de realidade virtual de quatro a nove lugares nas quais os visitantes usam um óculos especial e participam de uma aventura enquanto a cadeira vibra e se movimenta. Os filmes duram cerca de quatro minutos e a ideia da empresa é encontrar parceiros para instalar a novidade em shoppings. O custo fica na casa dos 130 000 reais e o equipamento é alugado, não fica com o proprietário (3 000 reais por mês). Para o público, a brincadeira sairá de 15 a 20 reais.

3 – WChic

IMG_2264
WChic: banheiro com ar condicionado (Foto: Meriane Morselli)

Oferece trailers de banheiros para eventos. Bem ajeitadas, as cabines têm até ar condicionado e não se parecem com aquelas horrendas cabines químicas, facilmente encontradas em shows e festas grandes. O investimento é de cerca de 316 000 reais, sendo que 200 000 reais são gastos no veículo. O retorno está previsto para 21 meses.

4 – Pet Bonosso

petiscaria
No estilo das lojas que vendem doces, esse quiosque vende petiscos para cães (Foto: Meriane Morselli)

Sabe aqueles displays lotados de doces coloridos para crianças? Essa empresa de São José do Rio Preto faz algo semelhante com petiscos para cachorros. A Bonosso fabrica as guloseimas caninas e montou o formato, ainda sem unidades na capital. Eles pretendem atuar com quiosques de 6 a 10 metros quadrados em shoppings e hipermercados. O custo total para quem quiser adquirir uma unidade é de 133 000 reais.

5 – Escape 60

Feira ABF
O estande do Escape 60 (Foto: Meriane Morselli)

Voltado para entretenimento de adultos, essa gincana que junta grupos de amigos para sair de uma sala assustadora em uma hora com a ajuda de pistas está fazendo sucesso na Vila Olímpia. Agora há também franquias à venda, ao custo médio de 300 000 reais. Para que o público possa conhecer a novidade, os sócios da empresa montaram um dos ambientes do jogo, que simula uma prisão, no estande. A versão é reduzida: o público tem dez minutos para sair. 

+ 5 motivos para conhecer o Escape 60

7 – Mr. Kids

IMG_2272
Mr. Kids: investimento a partir de 18 000 reais (Foto: Meriane Morselli)

Trata-se de uma franquia de máquinas de brinquedos e doces, no qual o trabalho do franqueado é abastecer as unidades que ele administra. Criado em 2012, o modelo conta com 700 pontos no país em supermercados e outros pontos de grande circulação. Para adquirir uma unidade, deve-se desembolsar 18 000 reais (8 000 reais da taxa de franquia, 9 000 em equipamentos e 1 000 reais para compra de estoque). A empresa cuida também do licenciamento de produtos de personagens e, embora importados da China, os brinquedos são todos homologados pelo Inmetro. De acordo com a estimativa deles, cada máquina vende, em média, cinco itens por dia e a margem de lucro do franqueado é de 40%.

Fonte: VEJA SÃO PAULO