Shows

Sete estilos musicais em sete noites

De Cauby a Havana Brasil, separamos um evento para cada dia da semana em São Paulo

Por: Adriano Conter - Atualizado em

Cauby Peixoto - show
Cauby Peixoto: em cartaz no Bar Brahma desde 2004 (Foto: Fernando Moraes)

Com festas de segunda a domingo, São Paulo mantém em cartaz eventos de todos os estilos musicais. Alguns são tão tradicionais que já ultrapassam uma década em cartaz, como a balada Cio, hoje alocada no Beat Club

Confira abaixo uma viagem por sete estilos musicais em noitadas que acontecem com regularidade na capital paulista: uma para cada dia da semana.

Segundas dor de cotovelo

Com 80 anos completados em fevereiro último, Cauby está em cartaz no Bar Brahma desde 2004. As apresentações custam R$ 68 e começam sempre às 22h30.

No repertório, a conhecida “Conceição”, temas do CD "Cauby Interpreta Roberto" e faixas do DVD “Cauby Sings Sinatra”, entre outras.

Em breve o show no estilo dor de cotovelo pode ganhar o reforço de canções dos Beatles, já que o cantor prepara um novo trabalho com temas do quarteto inglês.

Terças jazz

Vencedor do Comer e Beber 20102011, o romântico e intimista Madeleine programa para as terças-feiras atrações como o elogiado Tito Martino, que leva sucessos de Duke Ellington, Louis Armstrong e Benny Goodman ao palco emoldurado por cortinas de veludo vermelho. Lá o som começa sempre às 21h30 e a entrada sai por R$ 17.

O cantinho almofadado no subsolo do Syndikat e as poucas mesas do Teta também são boas opções para os amantes do jazz nas terças-feiras.

Quartas de balada

O novo sábado da noite paulistana é a quarta-feira. As casas Disco e Na Mata Café são algumas das opções para a noitada no meio da semana.

Na Sonique, a festa Super Sonique acontece às quartas desde 2009. Comandada pelo DJ Click, a trilha sonora é recheada de clássicos dos anos 80 e 90, além de pop e house. A balada sai por R$ 30.

Mais antiga, a Cio, voltada para os fãs de música eletrônica, acontece há 14 anos em diversos clubes da cidade. Atualmente está no Beat Club. Nesta quarta (21), por R$ 25, será possível curtir a DJ residente Glaucia++.

Quintas soul

No Lions Night Club, a Groovelicious, idealizada por Guigo Lima, acontece todas as quintas-feiras, à meia-noite, com o lado mais sofisticado da música negra. Entre os DJs, nomes como Zegon e Dubstrong. As entradas variam entre R$ 60 e R$120.

Também às quintas-feiras, a Soul Glória acontece no Clube Glória, às 23h30. Além do do ritmo que dá nome à balada, a noite conta com rap, dub e hip hop. O ingresso custa entre R$ 20 e R$ 100.

Sextas rock

Com a chegada do fim de semana, as sextas-feiras reservam as principais atrações de casas como o Outs. Copacabana Club e Del Rey, entre outras bandas, são frequentes na noite paulistana.

Na última sexta de setembro, dia 30, o Mombojó sobe ao palco do Studio SP para apresentar seu último disco, "Amigo do Tempo", às 23h.

Outras casas que seguem o estilo são Tapas e Café Piu Piu.

Sábados do samba

Acompanhados de uma boa feijoada, os sábados são de samba no Ó do Borogodó e no Bom Motivo. O primeiro, um pedaço da Lapa carioca em São Paulo, possui um ambiente sem frescura. Quem faz o samba é o grupo Inimigos do Batente, a partir das 15h30, por R$ 15.

No Bom Motivo quem comanda a roda é Mãe Baiana e os Filhos de Dendê. A farra começa às 13h e o couvert custa R$ 8.

Domingos latinos

Há 11 anos as noites de domingo do Bourbon Street são animadas pela salsa ao vivo a partir das 22h30. Para os tímidos, dois professores do grupo Tribo ensinam os passos básicos, às 20h. A banda Havana Brasil geralmente dita o ritmo. O couvert artístico sai por R$ 28. Grupos com mais de dez pessoas pagam entradas individuais de R$ 18.

Também a partir das 20h, o Buena Vista recebe professores de Zouk. A casa abre às 19h e diz fechar apenas após o último cliente. Homens pagam R$ 25 e mulheres desembolsam R$ 15.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO