Comportamento

Serviços que facilitam a vida do paulistano

Faxineira em duas horas, pintor em dois dias e delivery de cerveja. Um guia com iniciativas criadas para descomplicar seu dia a dia

Por: Carolina Romanini e Carolina Giovanelli - Atualizado em

Pintura da empresa Parafuzo
Serviço de pintura da empresa Parafuzo: em até 48 horas (Foto: Mario Rodrigues)

Acabou a cerveja do churrasco às 2 da manhã? O delivery de bebidas resolve. Não tem ração para o cãozinho? Um serviço de assinaturas não deixa a comida faltar. Esqueceu o presente do chefe? Dois sites fazem a entrega em no máximo três horas. Em tempos em que até a alma gêmea pode estar a um clique de distância, serviços dos mais diversos tipos se adaptam à era da internet e facilitam, muito, a vida dos paulistanos. Hoje, há sites que levam à porta de casa itens que vão de pães a fraldas. A rede também ajuda a agilizar tarefas como o agendamento de consultas médicas e de tratamentos de beleza.

 

Na área de serviços domésticos, é possível executar até uma reforma completa na casa sem (muito) stress. A companhia Ah!Sim, por exemplo, promete entregar uma obra em até 45 dias com a assinaturade um engenheiro ou arquiteto responsável. Todos os contatos são feitos pela web. Com o crescimento dos aplicativosde celular, surgem outras ideias que transformam a rotina dos usuários. Em atividade na capital há um ano, o programa Moovit dá uma força a quem utiliza o transporte público ao mostrar, por exemplo, quanto tempo falta para o ônibus aparecer no ponto. Cerca de 500 000 pessoasjá o baixaram por aqui e, o melhor, de graça. Com a ajuda do app KiiK, dá para pagar a conta do restaurante sem enfrentar filas. Nas páginas a seguir, confira essas e outras ferramentas criadas para descomplicar a nossa vida no dia a dia.

CASA

Paredes novas em dois dias

Em até 48 horas, a Parafuzo, startup especializada em serviços domésticos,promete entregar o orçamento e iniciar o trabalho de pintura na casa docliente. Outros tipos de pedido também podem ser atendidos nesse prazo,como retoques de parede. O contato é feito pelo site ou por telefone. Por enquanto, a empresa trabalha apenas com pintura, mas, em breve, consertos de rede elétrica e encanamento também entrarão no portfólio. “Estamos investindo fortemente no treinamento da equipe”, diz o diretor executivoEduardo Campos. Os preços começam em 299 reais — o equivalente à pinturade uma parede de qualquer tamanho (sem o material)Parafuzo. Tel. 3588-1588, www.parafuzo.com.br.

Faxina
Faxina sem stress: site e aplicativo ajudam a ter a casa limpa (Foto: Divulgação)

Novidades na faxina

Importado de Portugal em 2012, o método da House Shine promete economizar produtos de limpeza, reduzir ematé 70% o consumo de água e entregar o serviço completo em duas horas — ao menos dois profissionais encaram a missão. Outra novidade no setor de diaristas, o Blumpa é um site que permite encontrar faxineiras pela internet com antecedência de apenas 24 horas. A contratação ocorre em três etapas: descrição do local, cadastro e pagamento por meio de cartão ou boleto bancário. A limpeza básica de um apartamento de dois quartos, de 51 a 100 metros quadrados, custa 100 reais. No teste realizado por VEJA SÃO PAULO no último dia 17, a faxineira chegou dez minutos antes e com uniforme. O trabalho de seis horas ficou bom, mas ela exagerou no gasto de materiais. Blumpa. Tel. 3230-1844. www.blumpa.com. House Shine. Tel. 3061-5045. www.houseshine.com.br.

+ 460 programas para curtir em São Paulo antes de morrer

“Marido” faz de tudo

Os negócios de “marido de aluguel” fazem pequenos reparos em casa, instalações elétricas, consertos de marcenaria e encanamento, entre outros “bicos”, em até 48 horas. O agendamento é realizado por telefone e o serviço, cobrado por tempo de trabalho: 132 reais é o valor da hora na primeira empresa e 120 reais na segunda — ambas exigem um contrato mínimo de duas horas. Marido Service. ☎ 3534-5353. www.maridoservice.com. Marido de Aluguel SOS. ☎ 2368-2800. www.maridodealuguelsos.com.br.

Ambiente reformado
Ambiente reformado pela equipe do Ah!Sim: prazo de até 45 dias (Foto: Divulgação)

Reforma fácil

Idealizada pelo designer-estrela Marcelo Rosenbaum, a Ah!Sim é uma empresa especializada em serviços de reforma e decoração que segue protocolo de atendimento simplificado. O pedido de orçamento é feito pela internet e o retorno vem por e-mail em até duas semanas. Aprovado o projeto e assinado o contrato, a equipe tem até 45 dias para entregar a obra, que será supervisionada por um engenheiro ou arquiteto, como mandam as novas regras da ABNT. Os preços começam em 750 reais o metro quadrado — móveis e peças de decoração são cobrados à parte e podem alterar o prazo de término. Ah!Sim. Tel. 3198-3398. www.ahsim.com.br.

Kit de presentes da Found It!
Kit de presentes: a Found It! entrega em, no máximo, quatro horas (Foto: Divulgação)

Presentes em cima da hora

Na aba “last minute” do e-commerce Found It!, de presentes criativos, há opções que são entregues em, no máximo, quatro horas (mas isso só vale para as compras feitas até as 16 horas de um dia útil). VEJA SÃO PAULO avaliou o serviço no último dia 23 e a lembrança (seis apoiadores de copo por 50 reais) chegou em uma hora e meia. As sugestões, como este kit com aperitivos e uma garrafa de uísque Black Label, mudam diariamente e custam a partir de 50 reais, mais 16 reais do frete. Found It!. Tel. 3467-5658. www.foundit.com.br.

+ Os bares mais badalados da Vila Madalena

Silvia Nogueira Pires, personal organizer
Silvia Nogueira Pires: personal organizer das famosas (Foto: Fernando Moraes)

Mudança organizada

Há nove anos no mercado de personal organizer, a paulistana Silvia Nogueira Pires oferece um serviço cobiçado por muitas pessoas em fase de mudança, o de organizar a casa nova. “Assumo o lugar que ninguém quer: tiro os itens das caixas e arrumo a bagunça”, resume. Suas funções incluem dobrar e guardar as roupas no armário (separadas por cor e tamanho), limpar e colocar as louças na despensa e até acomodar os alimentos na geladeira. Ela também pode ir às compras para adquirir cabides, caixas de estoque e alguns artigos de decoração, mas tudo isso é cobrado à parte. Entre suas clientes famosas estão a empresária e estilista Fabiana Justus e a socialite Maythe Birman, primeira-dama da marca de sapatos Arezzo. Silvia cobra 100 reais por hora de trabalho e exige um contrato mínimo de quatro horas. Sem Bagunça. Tel. 98283-0077. www.sembagunca.com.

MODA & BELEZA

Screenshot do aplicativo BeautyX
Aplicativo BeautyX: desconto de 30% em tratamentos de beleza (Foto: Reprodução)

Agendamento com desconto

Por meio do site BeautyX é possível agendar serviços em salões de beleza e clínicas de estética com apenas alguns cliques e, de quebra, ganhar 30% de desconto nos tratamentos. São mais de oitenta estabelecimentos credenciados. Para usufruir os benefícios, é preciso preencher um cadastro e comprar pacotes de créditos — cinco deles valem 10 reais. O investimento é compensado no desconto aplicado à conta final. A massagem com pedras quentes no Olimpia Spa, que tem quatro unidades na cidade, passa a custar 103,60 reais em vez dos 148 reais originais. A versão para smartphone deve ser lançada em maio. BeautyX. www.beautyx.com.br.

+ Confira mais dicas em Beleza de Blog

Salão sem espera

O salão Celso Kamura Express, no Shopping Ibirapuera, oferece serviços rápidos e sem agendamento prévio. Escova, manicure, pedicure e corte de cabelo são realizados em até trinta minutos, cada um. O corte feminino fica em 90 reais, a escova custa a partir de 55 reais e manicure e pedicure valem 61 reais. Celso Kamura Express. Shopping Ibirapuera, tel. 5093-7800. www.celsokamuraexpress.com.br.

Cuecas e meias pelo correio

Fundado em 2012, esse plano de assinaturas foi desenvolvido para os homens solteiros que vivem na capital. A cada três meses, itens básicos de vestuário, como meias e cuecas, além de produtos de higiene pessoal, entre eles desodorante e lâminas de barbear, são entregues na casa do cliente cadastrado. Pelo site, ele escolhe quantos e quais produtos deseja receber e paga pelo valor deles (não há taxa fxa ou plano). Um pacote com cueca, lâmina de barbear e xampu sai por 34,70 reais, mais o frete. O valor é cobrado no cartão de crédito a cada três meses e parcelável pelo mesmo período. Rabixo. www.rabixo.com.br.

+ Programas para entrar no clima da Copa do Mundo

Moda de emergência

Lançada em 2013, a Amaro é uma marca brasileira de fast-fashion que vende exclusivamente on-line. Com variedade de mais de 400 itens, a loja entrega compras feitas de última hora praticamente a jato: em até duas horas e meia — desde que o pedido seja efetuado até as 17 horas de segunda a sexta. O valor do frete é 14,90 reais ou gratuito para as contas acima de 250 reais. Amaro. www.amaro.com.

ESPORTE & SAÚDE

Academia 24 horas

A rede de academias Gaviões possui dez unidades espalhadas pela cidade — quatro delas funcionam 24 horas. As duas mais movimentadas estão localizadas em Perdizes e na Bela Vista. As aulas ocorrem até as 22 horas, mas os frequentadores têm acesso aos aparelhos de musculação após esse horário. A mensalidade custa 390 reais. Academia Gaviões. www.academiagavioes.com.br.

+ Tudo sobre Nutrição e Bem-Estar

Loja Aro 27
Aro 27: café, oficina e garagem para bikes (Foto: Lucas Lima)

Pit stop de ciclistas

Localizado em Pinheiros, bem próximo à estação de metrô homônima, o Aro 27 é um quebra-galho de ciclistas com um mix de serviços. Ali, funcionam um estacionamento com capacidade para trinta bicicletas e um vestiário, equipado com armários, toalhas e chuveiros de água aquecida por energia solar. A estrutura serve para os usuários se refrescarem antes de ir trabalhar. É possível utilizar o serviço avulso, por 17 reais a diária, ou contratar um plano. O mais barato deles custa 79,50 reais por mês, com direito a cinco dias de banho e estacionamento, além de uma regulagem de freios. O espaço inclui uma oficina, um misto de café e restaurante e uma loja com produtos especializados. Aro 27. Rua Eugênio de Medeiros, 445, Pinheiros, tel. 2537-1918, www.aro27.com.br.

Consulta a um clique

Os sites de agendamento de consultas on-line ajudam a burlar as linhas de telefone ocupadas de médicos e dentistas. Na página do HelpSaúde (www.helpsaude.com), o paciente se cadastra e escolhe a especialidade e o profissional desejados. Aí, é só esperar uma resposta do consultório, que deve vir em até dois dias. É possível receber lembretes por SMS ou e-mail. Outras opções são o ConsultaClick (www.consultaclick.com.br) e o BoaConsulta (www.boaconsulta.com.br), que oferecem serviços similares.

ANIMAIS

Pet Móvel Aracê
Karla Alencar, do Pet Móvel Aracê: banho e tosa em casa (Foto: Rodrigo Paiva/RPCI)

Pet shop móvel

As vans paramentadas para banho e tosa estacionam na rua ou na garagem da casa do cliente e, ali mesmo, cães e gatos recebem um trato. Karla Alencar, do Pet Móvel Aracê, atende principalmente o centro e a Zona Sul. O preço dos banhos vai de 40 a 120 reais. Os procedimentos do Pet Móvel Brasil, que custam entre 40 e 70 reais, incluem banho, tosa higiênica e corte de unhas. Pet Móvel Aracê. Tel. 99988-4900, www.araceembelezamentoanimal.com.br. Pet Móvel Brasil. Tel. 5044-7469 ou 5041-9972, central_petmovelbrasil@hotmail.com.

+ Novidades sobre pets no blog Bichos

Tigela cheia

A pet shop on-line PetLove oferece assinatura de todos os seus produtos, para diversos tipos de animal, porém a entrega de ração é um dos serviços mais úteis. Em periodicidade a partir de quinze dias, o cliente recebe no endereço escolhido a quantidade de alimento que desejar, podendo incluir tapetes higiênicos ou petiscos. PetLove. Tel. 3335-0200, www.petlove.com.br/assinatura-de-racao.

Atendimento fácil

Os veterinários que atendem em domicílio são uma mão na roda para quem tem dificuldade em tirar os bichos de casa. Oferecem no conforto do lar consultas de rotina e vacinação. São serviços que costumam envolver só um profissional ou uma pequena equipe e, por isso, se mostram flexíveis quanto a horários e áreas de atuação. Care4Pets. Tel. 99451-0306. Consulta: 150 reais. Prevet Home. Tel. 4102-1902. Consulta: 100 reais. Veterinário em Casa. Tel. 97541-9308. Consulta: 170 reais.

De olho no cãozinho

Como alternativa aos hotéis e às creches, os tutores contam com a ajuda de babás para cuidar de seus bichos de estimação. A equipe do NannyDog, da qual faz parte Adriane Silveira (foto), cobra 60 reais a hora, das 7 às 20 horas, para passear e brincar com o cãozinho, além de alimentá-lo e medicá-lo, se preciso. Por 50 reais a hora, das 7 horas à meia-noite, gatos e animais silvestres também são cuidados pelo My Pet’s Nanny. Se precisar, eles levam o pet ao veterinário ou para tomar banho. My Pet’s Nanny. Tel. 4172-5533, www.mypetsnanny.com.br. NannyDog. Tel. 3170-4466, www.nannydog.com.br.

APLICATIVOS

Ônibus-da-Viação-Tupi
Aplicativo Moovit: informações sobre o transporte público em tempo real (Foto: Mario Rodrigues)

GPS do transporte público

Na ativa há um ano no país, o aplicativo gratuito Moovit dá uma força aos usuários de ônibus, metrô e trem que sofrem com longas esperas e engarrafamentos inesperados. Trata-se de uma espécie de Waze do transporte público. Só na capital, 500 000 pessoas já o baixaram. O programa tem acesso, por exemplo, ao GPS dos ônibus e consegue dizer quanto tempo eles demorarão para chegar ao ponto. A partir do cruzamento de dados do trânsito em tempo real, além de informações de obras e bloqueio de ruas, indica a melhor alternativa para o passageiro e quanto tempo deve durar sua viagem. “O Brasil é nosso mercado de maior crescimento atualmente”, diz o presidente do Moovit, Omar Téllez. É compatível com os sistemas operacionais iOS e Android.

Economia no estacionamento

A cena é comum. Você visita uma rua desconhecida e para no primeiro estacionamento que vê. Logo, descobre que outra garagem no próximo quarteirão era mais barata. Para evitar esse tipo de aborrecimento, o aplicativo colaborativo Let’s Park localiza os estacionamentos que estão mais perto do lugar aonde você quer chegar, mostrando seus preços, horários de funcionamento e convênios. Desde setembro do ano passado, o programa cadastrou 1 200 estabelecimentos na capital. Os usuários podem colaborar com novos registros e correções de informações. É grátis e funciona nos sistemas operacionais iOS e Android.

Screenshot do aplicativo KiiK
Aplicativo KiiK: evita demora na hora de pagar a conta no restaurante (Foto: Reprodução)

Conta no celular

Lançado em outubro passado, o Kiik permite pagar contas de bares e restaurantes pelo celular — basta fotografar o código impresso no tíquete e autorizar o débito no cartão cadastrado. Já são mais de 25 000 usuários inscritos em São Paulo. Entre os estabelecimentos que fazem uso do serviço estão Confeitaria Dama, Barê, Doce Mania e Ka! Temakeria. Em breve, devem engrossar a lista casas movimentadas como o Le Jazz, Brewdog, Filial, Genial, Genésio e Amadeus, entre outras. Responsável pelo negócio, a empresa Incube pretende ainda levar a mesma tecnologia a lojas, grandes redes de varejo e até a catálogos virtuais. O download do programa é gratuito.

COMIDA

Daniel Franco, da Saidera Brasil
Daniel Franco, dono da Saidera Brasil: delivery de bebidas (Foto: Lucas Lima)

Cerveja, vodca e uísque

Para evitar o mico de acabar a bebida no meio da festa, surgiram os deliveries de cerveja. O Gelada Express atende até as 3 horas em algumas noites. A entrega demora meia hora. Presente na Zona Oeste, no centro e na Zona Sul, a Saidera Brasil, do empresário Daniel Franco, vende cervejas comuns e premium — uma lata de Brahma sai por 2,85 reais —, além de vodca, uísque e aperitivos como amendoim. Gelada Express. Tel. 5084-6606, www.geladaexpress.com.br. Saidera Brasil. Tel. 4119-8988, www.saiderabrasil.com.br.

+ As melhores cartas de cervejas da cidade

Marmitas congeladas

A empresa Pronto Light entrega refeições pré-cozidas com proteínas e carboidratos, acompanhados por legumes. Só é preciso esquentar no micro-ondas. A mesma pegada saudável é seguida pela Light & Joy. Um kit com dez pratos custa a partir de 170 reais. Pronto Light. Tel. 2936-6661, www.prontolight.com. Light & Joy. Tel. 3079-1818, www.facebook.com/LightJoy.

Beth Viveiros, da Beth Bakey
Beth Viveiros, da Beth Bakey: delícias entregues em casa (Foto: Mario Rodrigues)

Fornadas da Beth

Beth Viveiros deixou o escritório de engenharia onde trabalhava e investiu em seu hobby: cozinhar. Em fevereiro, abriu uma loja virtual de pães, bolos e biscoitos, que custam em média 12 reais. São brownies, cookies, rosquinhas, baguetes... Os produtos mudam a cada semana. Com frete grátis acima de 20 reais, os pedidos feitos até quinta-feira às 20 horas são recebidos na sexta. Os entregadores de bicicleta atuam na região do centro expandido. Beth Bakery. www.bethbakery.com.br.

+ Blog Delícia de Conta: guloseimas por até R$ 20,00

Cesta de frutas da Lovefruits
Arranjos de frutas para presente da Lovefruits: 69 reais (Foto: Divulgação)

Feira em casa

Frutas maduras e lavadas chegam à sua porta por meio da Vivafrutaz. O cliente monta o cardápio que preferir. Um pacote entregue toda semana com dez bananas, seis maçãs, uma bandeja de morango, um kiwi e um abacaxi custa de 150 a 170 reais por mês. Já o site Lovefruits oferece arranjos de frutas para presente. Sua entrega é em até um dia útil. Vivafrutaz. Tel. 5102-4443, www.vivafrutaz.com.br. Lovefruits. Tel. 3835-2589, www.lovefruits.com.br.

CRIANÇAS

Festa do pijama na Mamusca
Noite do Pijama, na Mamusca: folga para os pais (Foto: Divulgação)

Enfim, sós!

O centro educativo Mamusca dá uma chance para os pais aproveitarem um tempo a sós. Toda última sexta-feira do mês, das 19 às 23 horas, o espaço promove a Noite do Pijama. Crianças de 4 a 7 anos participam de brincadeiras como caça ao tesouro. O passeio vale 85 reais e inclui um lanchinho. Mamusca. Rua Joaquim Antunes, 778, Pinheiros, tel. 2362-9303, www.mamusca.com.br.

+ Roteiro completo de atrações infantis

Bebê feliz

O Clube da Fralda não deixa faltar fraldas e outros produtos para bebês, como pomada e xampu. Trata-se de uma assinatura mensal, feita on-line. O kit mais barato custa 99,90 reais e inclui dois pacotes de fraldas e 128 lenços umedecidos. Clube da Fralda. www.bebestore.com.br/assinaturas/clube-da-fralda.

  • Cartas da edição 2370

    Atualizado em: 25.Abr.2014

  • VEJA SÃO PAULO recomenda

    Atualizado em: 9.Out.2015

    Restaurante, espetáculo, exposição, doceria e outras atrações em cartaz
    Saiba mais
  • RPM e Ultraje a Rigor também estão na lista. Confira os valores dos cachês
    Saiba mais
  • Exatas 130 árvores nativas da Mata Atlântica ocupam o terraço da Fundação Cásper Líbero
    Saiba mais
  • Mistérios da Cidade

    Itaquerão tem estreia prevista para o mês de maio

    Atualizado em: 25.Abr.2014

    Outros três estádios marcaram a história do clube até então: Ponte Grande, Fazendinha e Pacaembu
    Saiba mais
  • Mistérios da Cidade

    Shopping Light oferece Walking Tour por prédios históricos

    Atualizado em: 25.Abr.2014

    Lista mostra também outros cartões-postais da cidade que oferecem visitas guiadas
    Saiba mais
  • Memória Paulistana

    Restaurante La Casserole completa sessenta anos em maio

    Atualizado em: 25.Abr.2014

    O tradicional endereço comemora aniversário com um menu degustação especial
    Saiba mais
  • Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos e empresários que são destaque na cidade
    Saiba mais
  • Macumba e morte - as pesadas acusações que esquentam a batalha entre os herdeiros pela disputa da fortuna do empresário
    Saiba mais
  • Ele é Parceiro da ONG Waves for Waters no Brasil
    Saiba mais
  • Prefeitura de São Paulo abriu licitação para retomar o programa nos próximos meses
    Saiba mais
  • Herdeira da Riachuelo, a estilista da grife Têca conquistou fashionistas e críticos de moda com seus vestidos coloridos, que custam quase 5 000 reais
    Saiba mais
  • Comportamento

    Confira as novidades da semana da coluna Bichos

    Atualizado em: 2.Out.2015

    A seção fala sobre a abertura de uma padaria pet na cidade
    Saiba mais
  • Feito com um pão achatado, pode receber queijos, frios, embutidos, tomate e ervas como recheio
    Saiba mais
  • Unhas postiças feitas com gel e outros materiais são alternativa para quem costuma roê-las ou busca um serviço mais duradouro
    Saiba mais
  • As Boas Compras

    As Boas Compras: pássaros

    Atualizado em: 25.Abr.2014

    Um faqueiro e um vaso de bambu estão entre os nove itens que remetem à natureza
    Saiba mais
  • Cozinha contemporânea

    Ruella - Pinheiros

    Rua Vupabuçu, 199, Pinheiros

    Tel: (11) 3097 9257

    VejaSP
    10 avaliações

    Dá para entender fácil, fácil porque os casais gostam tanto daqui. Mesmo que uma ou outra receita não seja tão caprichada quanto o ambiente, as luzinhas por todos os lados e os girassóis que pendem do teto na unidade de Pinheiros encantam pelo clima romântico e roubam todas as atenções. Para começar, vá de bolinhos de arroz de risoto recheado de gorgonzola com um pouquinho de geleia de pimenta à parte (R$ 41,80). Mesmo em caso de primeiro encontro, não tenha vergonha de pedir uma porção extra do molho — seu acompanhante vai entender e apoiar a decisão. Dos peixes, vale pular o badejo trazido junto de um risoto de abobrinha e limão cozido demais (R$ 68,80) para ficar no risoto de bacalhau (R$ 75,80), temperado por cebola-roxa mais azeitona, brócolis, tomate-cereja e batata palha. O suspiro com sorbet de framboesa e calda de frutas vermelhas para encerrar sai por R$ 28,80.

    Preços checados em 20 de janeiro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Brasil a Gosto

    Rua Professor Azevedo Amaral, 70, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3086 3565

    8 avaliações
  • Franceses

    Le Repas

    Rua Ferreira de Araújo, 450, Pinheiros

    Tel: (11) 2366 9882

    VejaSP
    16 avaliações

    Das entradas, entusiasma a lula com alcachofra, tomate e erva-doce borrifados com uma emulsão de espinafre (R$ 36,00). Os fãs de carne de porco não podem pular o carré assado com purê de berinjela coberto por pera grelhada e boudin noir, o chouriço francês (R$ 56,00). Num namoro com o Oriente, o rosado lombo de cordeiro recebe um atraente pesto de shissô, erva popularmente conhecida como manjericão japonês, mais endívia cozida com equilíbrio de amargor (R$ 64,00). A lista de sobremesas inclui o bolo morninho de tâmara com calda de caramelo e um sem graça sorvete de nata (R$ 18,00). Vale conferir ainda o caprichado almoço executivo durante a semana, que custa R$ 42,90.

    Preços checados em 6 de abril de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Ilhabela

    Alameda Campinas, 672, Cerqueira César

    Tel: (11) 5521 6339

    VejaSP
    Sem avaliação

    Sem alarde, o boteco alemão Ilhabela foi reaberto no fim de 2013. Está agora na região dos Jardins, distante 10 quilômetros de onde nasceu, a barulhenta Avenida João Dias, em Santo Amaro. O endereço atual em nada lembra o clima decadente com público minguado da época em que fechou, em 2010, depois de 43 anos de serviços etílicos prestados. Retorna à ativa com decoração pesada de madeira incrementada por detalhes litorâneos, como redes de pesca. O antigo gerente, Reginaldo José Alves, tio do novo proprietário, Flávio Malta, segue à frente do atendimento. No bar desde a época da fundação, Alves volta a servir os canapés de frios no pão de centeio (R$ 32,00 a porção mista) e as salsichas (branca, viena, de alho e salsichão; R$ 41,00) na companhia de salada de batata. O chope (R$ 7,00, Brahma), há décadas a maior atração, sai da mesma máquina revestida de madeira.

    Preços checados em 23 de setembro de 2015.

    Saiba mais
  • Confira uma seleção de endereços onde gays costuma aparecer para bebericar, comer e paquerar
    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Cervejaria Nacional

    Avenida Pedroso De Morais, 604, Pinheiros

    Tel: (11) 3034 4318 ou (11) 4305 9368

    VejaSP
    14 avaliações

    Cervejaria Nacional já preparava a própria bebida. Desde 2011, os chopes são produzidos na fábrica que divide o endereço com o bar. Em dois pisos, o público toma o levinho weiss (R$ 13,50, 330 mililitros) e o mais encorpado brown ale (R$ 14,50, 330 mililitros), entre outras pedidas fixas. O líquido não vem estupidamente gelado, mas em temperatura agradável para que se sintam suas nuances. Não deixe escapar os títulos temporários. Do cardápio eclético de mastigáveis, dá para descolar uma pedida brasileirinha: queijo de coalho grelhado com um pouco de melado de cerveja (R$ 27,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Padarias

    Julice Boulangère

    Rua Deputado Lacerda Franco, 536, Vila Madalena

    Tel: (11) 3097 9162 ou (11) 3097 9144

    VejaSP
    19 avaliações

    Depois de reformar a matriz, em Pinheiros, Julice Vaz aportou com uma loja bonitona no Shopping Villa-Lobos. O rol de opções do novo endereço não se limita aos ótimos pães de produção artesanal que reluzem no balcão, como o de campanha (R$ 8,15), o de calabresa com nozes e vinho tinto (R$ 12,70) e a baguete (R$ 9,20). Dá para tomar café da manhã (ovos mexidos a R$ 12,50 e suco de laranja por R$ 8,40) ou apenas fazer um lanche (croque monsieur a R$ 33,20). Há também sugestões de um menu completo por R$ 43,10. Entre os pratos que mudam sempre está o úmido arroz com lombo suíno.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Nova seção de VEJA SÃO PAULO, publicada nos roteiros de Restaurantes, Bares e Comidinhas, mostra os itens que sofreram aumento de preço
    Saiba mais
  • O personagem criado por Ziraldo em 1980 é uma criança feliz e muito criativa. Assim o descreve o próprio protagonista, já adulto (Daniel Costa), no fim do espetáculo Menino Maluquinho, o Musical. Tão divertido quanto o garoto (vivido por Lucas Martins) revela-se o enredo da peça, que transita por sua vida em família, escolar e até amorosa. As crianças vão se identificar com alguns momentos, como a resistência dele em tomar banho e a agitação na sala de aula — o número entre as carteiras durante uma prova, aliás, é um dos mais animados. As peripécias de Maluquinho são acompanhadas por outras figuras da turma, entre elas seu melhor amigo, Bocão (Enrico Alves de Lima), e a namoradinha, Julieta (Thaynara Bergamin). Com um tom alto-astral, a trama também emociona ao propor reflexões sobre o divórcio e a morte. Dirigida por Daniela Stirbulov, a montagem traz um elenco de intérpretes-cantores formado por catorze crianças e sete adultos. Dezessete músicos executam a acertada trilha sonora ao vivo. Estreou em 19/4/2014. Até 27/7/2014. + Ziraldo fala sobre o musical O Menino Maluquinho
    Saiba mais
  • Passeio pelo Catavento está na lista
    Saiba mais
  • Eletrônica

    D-Edge

    Avenida Auro Soares De Moura Andrade, 141, Barra Funda

    Tel: (11) 3665 9500

    9 avaliações

    A casa é uma opção certeira para os fãs da música eletrônica. A pista 3D, com seus 200 retângulos de luz revestindo todos os lados, é uma das grandes atrações. Às segundas, o lugar abre espaço para o rock com a noite On the Rocks.

    Saiba mais
  • Um termo de Hélio Oiticica serviu de ponto de partida para o curador Paulo Herkenhoff organizar Vontade Construtiva na Coleção Fadel. O recorte de 216 itens feito no acervo de Hecilda e Sérgio Fadel, casal carioca que possui uma das mais relevantes coleções particulares do país, foi guiado pela busca de uma identidade nacional na arte brasileira, chamada por Oiticica de “vontade construtiva geral”. Ele argumentava que ela teria surgido com o modernismo, a partir do movimento antropofágico. Na sala principal do MAM foram reunidas telas de Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Di Cavalcanti capazes de exemplifcar a mistura das influências europeias com valores daqui. Mas boa parte das peças foi feita entre as décadas de 50 e 80 e se concentra nas formas geométricas. Ou seja, a percepção dessa “cara brasileira” fica mais difícil de ser notada. Uma delas é Composição (1956), de Luiz Sacilotto, um dos expoentes da arte concreta. Tirando a pegada “papo-cabeça”, o que vai importar mesmo ao visitante é a boa seleção de grandes nomes representados por belos trabalhos. Há diversas esculturas de Sergio Camargo, uma parede repleta de telas de Alfredo Volpi, as letrinhas de Mira Schendel, uma escultura giratória de Abraham Palatnik e pinturas abstratas de Tomie Ohtake. As produções mais recentes abrem espaço para linhas tortas e traços mais curvos, bem mais característicos do nosso jeitinho. De 1º/4/2014 a 15/6/2014.
    Saiba mais
  • Selecionamos três passeios para curtir o bairro
    Saiba mais
  • Em meio a tantos expoentes do gênero, o musical Rita Lee Mora ao Lado pode ser encarado como um primo pobre. Afinal, conta com cenários despojados, coreografias simples e um elenco algumas vezes carente de técnica. Sua qualidade, no entanto, é justamente saber o próprio tamanho e se limitar a homenagear a cantora sem exagerada pretensão. Adaptada do livro Rita Lee Mora ao Lado — Uma Biografia Alucinada da Rainha do Rock, de Henrique Bartsch, a montagem traz uma carismática Mel Lisboa no papel principal. A atriz tem poucas cenas em que lhe são exigidos recursos dramáticos profundos, mas carrega uma energia e uma irreverência próximas às da estrela. Em uma fusão de ficção e realidade, a trama mostra Rita da infância aos dias de hoje, por meio das confusões de Bárbara Farniente (vivida pela ótima Carol Portes, figura fundamental para o resultado), uma vizinha que acompanhou de perto a vida da família da artista. Construída pelos diretores Débora Dubois e Márcio Macena, além de Paulo Rogério Lopes, a dramaturgia enfileira esquetes e vários deles soam dispensáveis. Enquanto as intervenções de João Gilberto (Nelson Oliveira) e Ney Matogrosso (Fabiano Augusto), contribuem para narrar a história, os números de Caetano Veloso (Antonio Vanfill) e Gal Costa (Yael Pecarovich) só esticam a duração. Apoiada por seis músicos, Mel anima a plateia com Agora Só Falta Você, Saúde, Jardins da Babilônia e Ando Meio Desligado, entre outros sucessos, e é isso o que interessa. Em nome da festa, o público se rende, e o teatro se faz pela devoção a Rita Lee, especialmente quando Mel interpreta Coisas da Vida. Com Rafael Maia (como Roberto de Carvalho), Samuel de Assis, Débora Reis, César Figueiredo e outros. Estreou em 4/4/2014. Até 24/4/2016.
    Saiba mais
  • Jesus Cristo Superstar e O Rei Leão fazem sessão extra
    Saiba mais
  • Desde a estreia no Sesc Consolação, no fim de março, os ingressos para o drama Lilith S.A. desapareceram das bilheterias. A merecida receptividade fez com que os diretores Lee Taylor e Luiz Claudio Cândido engatassem novas apresentações, desta vez no Viga Espaço Cênico. Com sólida dramaturgia concebida por Michelle Ferreira, a montagem aborda o preconceito e a opressão social nos bastidores de uma empresa à beira da falência. Enérgico, Fernando Oliveira interpreta um herdeiro bastardo e indesejado no comando dos negócios geridos há um século por uma tradicional família. Durante uma festa, sob o impacto da Lua, os personagens trazem à tona desejos e revoltas contra as imposições sofridas. Apoiados no texto e no bom elenco, Taylor e Cândido constroem uma bela encenação, carregada de referências. Com Camila Anzolin, Frann Ferraretto e Renata Becker. Estreou em 24/3/2014. Até 29/5/2014.
    Saiba mais
  • O documentário O Louco Amor de Yves Saint Laurent (2010) focava a vida e a carreira do estilista francês em tom confessional por intermédio de seu parceiro, Pierre Bergé. Assim como o registro real, a cinebiografia Yves Saint Laurent leva o aval de Bergé. Isso quer dizer que o roteiro, claro, recebeu o o.k. dele, mas há passagens que abordam lados obscuros do costureiro, interpretado com perfeição por Pierre Niney. O recorte de sua vida é igualmente feliz. Começa em 1957 e termina em 1976 — Saint Laurent só morreu em 2008, aos 71 anos. Nascido na Argélia, o rapaz mostrava talento para desenhar vestidos ainda jovenzinho. Sua chegada à maison Christian Dior, a mais importante da alta-costura daquela época, se deu aos 21 anos. Foi lá que ele conheceu a modelo e musa Victoire (Charlotte Le Bon). A amizade por Pierre Bergé (Guillaume Gallienne), um importante homem de negócios, transformou-se em um relacionamento pessoal e profissional. Com recursos de um investidor americano, a dupla abriu o ateliê Saint Laurent. Extremamente talentoso, o artista virou o queridinho da moda. A primeira parte do roteiro mostra seu lado criativo sem menosprezar os acessos histéricos e a incômoda timidez. Na sequência, há o declínio pelo excesso de drogas, tranquilizantes e sexo fora de casa, sobretudo na mansão do casal em Marrakesh, no Marrocos — Saint Laurent, inclusive, teria “roubado” o amante de Karl Lagerfeld. Mesmo sem se aprofundar na intimidade do protagonista, o roteiro faz emergir o homem frágil por trás do mito acompanhando de perto suas célebres criações. Estreou em 24/4/2014.
    Saiba mais
  • A pernambucana Rebecca da Costa vem muito bem acompanhada de Robert De Niro e John Cusack neste suspense dramático, seu sétimo filme em Hollywood. Mas é uma pena: o roteiro se enrola numa trama de vaivéns e sem clima de tensão. De Niro interpreta um ricaço mandachuva que contrata Jack (Cusack) para uma missão aparentemente simples. Esse matador de aluguel tem de buscar uma mala de conteúdo ignorado num motel de beira de estrada. Ao chegar lá, ele encontra um gerente encrenqueiro (Crispin Glover) e envolve-se nos problemas de uma stripper de origem russa, papel de Rebecca. Há reviravoltas tolas, personagens estereotipados e um desfecho manjado. Melhor sorte para a atriz brasileira na próxima empreitada. Estreou em 24/4/2014.
    Saiba mais
  • O cinema do malaio radicado na China Tsai Ming Lang é de planos longos, poucas palavras e ritmo vagaroso. Foi assim em Vive l’Amour (1994), O Rio (1997) e O Buraco (1998). Bem mais alegre e divertido, o realizador retornou em O Sabor da Melancia (2005). Premiado pelo júri no Festival de Veneza 2013, seu novo trabalho é radicalmente espantoso. O primeiro take mostra duas crianças dormindo e a mãe pensativa penteando os cabelos — essa sequência dura cinco minutos. Há outra cena, com cerca de treze minutos, na qual a câmera estática fica colada no rosto de dois atores. O drama de mais de duas horas recai sobre um pai (Lee Kang-sheng) que cria sozinho um casal de filhos a duras penas. Alcoólatra, ele trabalha como outdoor humano (o popular homem-placa). A família sobrevive se lavando em banheiros públicos, dividindo a mesma cama num cubículo e devorando restos de comida. Há uma direção para tudo isso: mostrar o assustador realismo social de Taiwan com as lentes em close na miséria humana. Estreou em 24/4/2014.
    Saiba mais
  • Pense em dois clichês paraguaios: a cantora Perla e uísque falsificado, por exemplo. 7 Caixas vem para tirar a impressão estereotipada do país vizinho ao revelar um cinema da melhor qualidade. Em roteiro bem amarrado, os diretores Juan Carlos Maneglia e Tana Schémbori abordam um tema sisudo, mas sabem dar leveza à dura realidade. O garoto Victor (Celso Franco) trabalha como carregador no Mercado Municipal de Assunção. Ao aceitar um bico em troca de 100 dólares, o rapazinho pensa ter tirado a sorte grande. Com a grana pretende comprar um celular. Mas mal sabe ele o conteúdo das sete caixas que um açougueiro pediu para serem levadas até um determinado lugar. Na dinâmica comédia de erros, surgem outros personagens: uma grávida sem dinheiro para dar à luz, um coreano apaixonado pela irmã do protagonista, um pai durango envolvido na criminalidade... São tipos comuns metidos num salve-se quem puder de uma história cômica se não fosse séria. O desfecho se dá em um arremate criativo e de muita vitalidade. Estreou em 24/4/2014.
    Saiba mais
  • O imprevisível e influente roqueiro americano Frank Zappa é o tema de Eat That Question, dirigido por Thorsten Schütte, atração de abertura do 8º In-Edit Brasil - Festival Internacional do Documentário Musical. A sessão especial ocorre na quarta (7/9), às 21h, no CineSesc. A entrada é grátis. Entre curtas e longas, a mostra exibe 57 produções até 18 de setembro, em onze salas da cidade. De 7 a 18/9/2016. Confira a programação: CINESESC Quarta, 7 de setembro 20h30 - Eat That Question (2016), de Thorsten Schütte - Frank Zappa in His Own Words Quinta, 8 de setembro 15h - 15 Corners of the World (2014), de Suzanna Solakiewicz 17h - The Jones Family Will Make a Way (2015), de Alan Berg 19h - They Will Have to Kill Us First: Malian Music in Exile (2015), de Johanna Schwartz 21h - Brasil Heavy Metal: um filme, um sonho, uma declaração de amor ao metal brasileiro (2016), de Ricardo Michaelis Sexta, 9 de setembro 15h - Everybody's Cage (2015), de Sandra Trostel 17h - Cool Cats (2015), de Janus Køster-Rasmussen 19h - Wacken 3D. The Movie (2014), de Norbert Heitker 21h - Xingu Cariri Caruaru Carioca (2015), de Beth Formaggini 23h - Theory of Obscurity: a film about The Residents (2015), de Don Hardy Jr. Sábado, 10 de setembro 15h - Menuhin 17h - Danado de bom (2016), de Deby Brennand 19 - Rogério Duarte, o Tropikaoslista (2015), de José Walter Lima 21 - Waiting for B. (2015), de Paulo César Toledo e Abigail Spindel Domingo, 11 de setembro 15h - Callas 17h - Orion: The Man Who Would Be King (2015), de Jeanie Finlay 19h - Pedro Osmar, prá liberdade que se conquista (2016), de Eduardo Consonni e Rodrigo T. Marques 21h - The ecstasy of Wilko Johnson (2015), de Julien Temple Segunda, 12 de setembro 15h - The Music of Strangers: Yo-Yo Ma And The Silk Road Ensemble (2015), de Morgan Neville 17h - Esto es lo que hay (2015), de Léa Rinaldi 19h - I am the blues (2015), de Daniel Cross 21h - Wacken 3D. The Movie (2014), de Norbert Heitker Terça, 13 de setembro 15h - The Blueblack Hussar (2013), de Jack Bond 17h – Fonko (2016), de Lamin Daniel Jadama , Lars Lovén  e Göran Hugo Olsson 19h - Leonard Cohen: Bird on A Wire (Diretor Tony Palmer Abre Sessão) 21h - The Beatles & Ww Ii (Diretor Tony Palmer Abre Sessão) Quarta, 14 de setembro 15h - Zonda - Folclore argentino (2015), de Carlos Saura 17h - Mavis! (2015), de Jessica Edwards CCSP Quinta, 8 de setembro 16h - Marrabenta, os sons de Moçambique, de Victor Lopes 18h - Funk Brasil: 5 visões do Batidão, de Cavi Borges, Luciano Vidigal, Marcelo Gularte, Rodrigo Felha, Julio Pecly, Paulo Silva e Christian Caselli 20h - Violeiro de Samba de Charles Exdell + Violão-Canção: Uma Alma Brasileira, de Chico Saraiva Sexta, 9 de setembro 16h - Mavis!, de Jessica Edwards 18h - Orion: The Man Who Would Be King, de Jeanie Finlay 20h - The Jam: about the young idea, de Bob Smeaton Sábado, 10 de setembro 16h - The Jones Family Will Make a Way, de Alan Berg 18h - The Blueblack Hussar, de Jack Bond 20h - We are X, de Stephen Kijak Domingo, 11 de setembro 16h - Além dos Palcos e Mais Além, de Gabriel Rosa 18h – Brasil Heavy Metal: um filme, um sonho, uma declaração de amor ao metal Brasileiro, de Ricardo Michaelis 20h - Xingu Cariri Caruaru Carioca, de Beth Formaggini Terça, 13 de setembro 16h - Danado de Bom, de Deby Brennand 18h - Pedro Osmar, prá liberdade que se Conquista, de Eduardo Consonni e Rodrigo T. Marques 20h - Waiting for B., de Paulo César Toledo e Abigail Spindel Quarta, 14 de setembro 16h - Coragem, de Sebastião Braga 18h - Menuhin , de Tony Palmer 20h – All My Loving + All Along The Watchtower: Sour Rock , de Tony Palmer Cine Olido Quinta, 8 de setembro 14h30 - Esto es lo que Hay, de Léa Rinaldi 19h30 - My Buddah is Punk, de Andreas Hartmann Sexta, 9 de setembro 14h30 - I am the Blues, de Daniel Cross 19h - Doc Alive: Show com banda Fábrica de Animais (Sala Vitrine do Rock) 19h30 - Eat That Question - Frank Zappa in His Own Words, de Thorsten Schütte Sábado, 10 de setembro 15h30 - Coragem, de Sebastião Braga 17h30 - Ariel - Sempre Pelas Ruas, de Marcelo Appezzato 19h30 – Doc Alive: Show com a banda Invasores de Cérebros (Sala Olido) Domingo, 11 de setembro 14h - Guerrilha - A Trajetória da Dorsal Atlântica, de Frederico Neto e Alexander Aguiar 18h - Time Will Burn, de Marko Panayotis e Otávio Sousa Terça, 13 de setembro 15h - Xingu Cariri Caruaru Carioca, de Beth Formaggini Quarta, 14 de setembro 14h30 -  Waiting for B., de Paulo César Toledo e Abigail Spindel 19h30 – Brasil Heavy Metal: um filme, um sonho, uma declaração de amor ao metal brasileiro, de Ricardo Michaelis Quinta, 15 de setembro 15h – Callas, de Tony Palmer 19h30 - The Beatles & W W II, de Tony Palmer Sexta, 16 de setembro 15h - Danado de Bom, de Deby Brennand 19h30 - Pedro Osmar, prá liberdade que se Conquista, de Eduardo Consonni e Rodrigo T. Marques Sábado, 17 de setembro 15h - Rogério Duarte, o Tropikaoslista, de José Walter Lima 19h30 - The Jam: About the young Idea, de Bob Smeaton Domingo, 18 de setembro 14h - Theory of Obscurity: a film about The Residents, de Don Hardy Jr. 18h30 - They Will Have to Kill Us First: Malian Music in Exile, de Johanna Schwartz Terça, 20 de setembro 15h30 - Convicto, de Sergio Gagliardi Quarta, 21 de setembro 15h30 - Baile para Matar Saudades, de Érica Giesbrecht 19h30 - Time Will Burn, de Marko Panayotis e Otávio Sousa Matilha Cultural Quinta, 8 de setembro 18h30 - Do Corpo à Caxirola, de Sophia Mídian 20h30 - Convicto, de Sergio Gagliardi Sexta, 9 de setembro 18h30 - Histórias de Marabaixo, de Sendro Serpa e Bel Bechara 20h30 - Quando Querer é Poder_1 olhar de Ruth Slinger, de Ruth Slinger Sábado, 10 de setembro 16h30 - Curtas 1 (A Batalha de São Bráz, de Adrianna Oliveira; De carona com a Fábrica de Animais, de Edson Kumasaka; Entre o traço e a luz, de Zeca Ferreira; Filme em Fúria, de Nana Maiolini) 18h30 - Violeiro de Samba de Charles Exdel + Violão-Canção: Uma Alma Brasileira, direção do músico Chico Saraiva 20h- Doc Alive: Show com o compositor e violonista Chico Saraiva (Hall) 20h30 - Baile para Matar Saudades, de Érica Giesbrecht Domingo, 11 de setembro 18h – Curtas 2 (Nixpu pima - Rito de passagem Huni Kuin, de Pãteani Huni Kuin, Nelson dos Santos, de Paulo Silver e Albert Ferreira; O Trovador, o Cabra e os Mundos, de Marcia Paraiso Mestres Praianos do Carimbó de Maiandeua de Artur Arias Dutra) 20h - Marrabenta, os sons de Moçambique, de Victor Lopes Terça, 13 de setembro 18h30 - Balanço do rock: a mais tribal de todas as Festas, de Robson Fonseca 20h30 – Guerrilha - A Trajetória da Dorsal Atlântica, de Frederico Neto e Alexander Aguiar Quarta, 14 de setembro 18h30 -  Ariel - Sempre Pelas Ruas, de Marcelo Appezzato 20h30 - Debate com o músico Ariel e o diretor Marcelo Appezzato. Quinta, 15 de setembro 18h30 - Fonko, de Lamin Daniel Jadama, Lars Lovén e Göran Hugo Olsson 20h30 - My Buddah is Punk, de Andreas Hartmann Sexta, 16 de setembro 18h30 – Master Class com o diretor homenageado Tony Palmer 20h30 - Cream's Farewell Concert, de Tony Palmer Sábado, 17 de setembro 16h30 – Curtas 2 (Nixpu pima - Rito de passagem Huni Kuin, de Pãteani Huni Kuin, Nelson dos Santos, de Paulo Silver e Albert Ferreira; O Trovador, o Cabra e os Mundos, de Marcia Paraiso Mestres Praianos do Carimbó de Maiandeua de Artur Arias Dutra) 18h30 - 15 Corners of the World, de Suzanna Solakiewicz 20h30 - Everybody's Cage, de Sandra Trostel Domingo, 18 de setembro 18h – Curtas 1 (A Batalha de São Bráz, de Adrianna Oliveira; De carona com a Fábrica de Animais, de Edson Kumasaka; Entre o traço e a luz, de Zeca Ferreira; Filme em Fúria, de Nana Maiolini) 20h - Além dos Palcos e Mais Além, de Gabriel Rosa Cinemateca Quinta, 15 de setembro 17h - The ecstasy of Wilko Johnson, de Julien Temple (Sala BNDES) 21h - The Music of Strangers, Yo-Yo Ma And The Silk Road Ensemble, de Morgan Neville (Sala Petrobras) Sexta, 16 de setembro 19h - Zonda - Folclore Argentino, de Carlos Saura (Sala BNDES) 21h - Cool Cats, de Janus Køster-Rasmussen (Sala Petrobras) Sábado, 17 de setembro 14h - Eat That Question - Frank Zappa in His Own Words, de Thorsten Schütte ((Sala BNDES) 16h - Leonard Cohen: Bird On A Wire, de Tony Palmer (Sala Petrobras) 18h - All My Along + All Along The Watchtower: Sour Rock , de Tony Palmer (Sala Petrobras) 20h - Cream's Farewell Concert (Área Externa) 13h às 20h - Feira de Vinil In-Edit Brasil (Saguão Sala BNDES) Domingo, 18 de setembro 14h - We are X, de Stephen Kijak (Sala BNDES) 16h -  The Beatles & W W II, de Tony Palmer (Sala Petrobras) 18h - Time Will Burn, de Marko Panayotis e Otávio Sousa (Sala Petrobras) 20h - Tangerine Dream – Sessão Open Air (Área Externa) 20h45 - Doc Alive: Show com a banda Pin-Ups, encerrando o festival
    Saiba mais
  • Copa de Elite é um dos longas nacionais que ocupam as salas
    Saiba mais
  • Os diretores Jean-Christophe Lie e Rémi Bezançon juntaram as forças na encantadora animação ambientada no início do século XIX. Na trama, o garoto Maki, feito prisioneiro no Sudão por um traficante de escravos, consegue escapar, mas vê seu algoz matar por maldade a mãe de uma pequena girafa. O menino cai nas graças do beduíno Hassan, que ruma em direção a Alexandria, no Egito. Lá, o árabe faz um trato com um paxá e deve levar o filhote, batizado por ele de Zarafa, como presente para Carlos X, o rei da França. O roteiro redondinho foi livremente inspirado na história real da primeira girafa a pisar em solo francês, que, posteriormente, virou atração no zoológico. As licenças poéticas fazem fluir a imaginação. Entre elas, a incrível viagem de balão que parte do norte da África, passa por Marselha e chega a Paris. Em técnica 2D, os desenhos são primorosos por reproduzir em detalhes a arquitetura e as construções daquela época. Estreou em 26/7/2013. Por trás dos traços: Jean-Christophe Lie é um dos desenhistas de As Bicicletas de Belleville e Rémi Bezançon dirigiu e escreveu Um Evento Feliz.
    Saiba mais
  • Quatro longas criados a partir de personagens verdadeiros
    Saiba mais
  • Nas sessões do projeto CineMaterna, mamães com bebês de até 18 meses assistem a filmes recentes em condições adequadas aos menorzinhos. O volume das salas é reduzido, a temperatura está sempre amena, há trocadores de fraldas a postos e, na primeira fila, estende-se um tapete especial para ninguém ficar desconfortável.
    Saiba mais
  • Dia de Santa Zita

    Atualizado em: 25.Abr.2014

Fonte: VEJA SÃO PAULO