Exposições

Séries 'Bíblica' e 'Retirantes', de Portinari, em exibição no Masp

Guernica, de Picasso, foi forte influência para o pintor brasileiro, que ficou impactado com o uso quase político do preto e branco e as formas entrecortadas

Por: Jonas Lopes - Atualizado em

Serie Biblica A Ressureicao de Lazaro - Portinari
A Ressurreição de Lázaro, da série Bíblica: influência assumida de Pablo Picasso (Foto: Divulgação)

Como parte do projeto de criar mostras de repertório a partir de seu acervo — montagens elaboradas para ocupar espaços no museu por períodos intermitentes —, o Masp exibe no subsolo trabalhos de dois dos mais conhecidos conjuntos de Candido Portinari. Representada na íntegra, a série Bíblica, realizada entre 1942 e 1944, não nega o DNA.

Um espectador desavisado pode, num primeiro momento, imaginar que se trata de algo saído do pincel do espanhol Pablo Picasso. Portinari admitia a influência: viu a obra-prima Guernica em Nova York e ficou impactado com o uso quase político do preto e branco e as formas entrecortadas adotadas pelo pintor.

Após receber uma encomenda de Assis Chateubriand para criar algo para a sede da Rádio Tupi, em São Paulo, o modernista ilustrou passagens do Antigo e do Novo Testamentos nas oito telas de grandes dimensões. O drama intrínseco aos episódios é notável em A Ressurreição de Lázaro e O Pranto de Jeremias. Completam a exposição três das cinco pinturas da série Retirantes. Menos interessantes por levarem a temática social quase ao nível do panfleto, elas revelam marcas dos muralistas mexicanos.

Avaliação ✪✪✪

Reprise no Masp: as obras que compõem a mostra foram exibidas pela última vez na instituição na virada de 2008 para 2009.

A inspiração: Guernica (1937), de Pablo Picasso, está atualmente exposta no Museu Reina Sofía, em Madri.

Fonte: VEJA SÃO PAULO