Crise hídrica

Sem chuvas, represas registram novas quedas

Nível da Cantareira cai pelo sexto dia consecutivo e chega a 6%

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

cantareira reservatorio jaguari jacarei
Sistema Cantareira: opera com 6% da capacidade neste sábado (17) (Foto: Mário Rodrigues)

Apesar das tempestades atingirem a capital diariamente, o nível das represas que abastecem a metrópole continuam caindo. Isso porque quase não tem chovido sobre a Grande São Paulo, onde estão localizados os reservatórios. Neste sábado (17), todos registraram queda, segundo relatório da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). 

Sem chuva, o Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de 6,5 milhões de pessoas, registrou sua sexta queda consecutiva. O reservatório, que já opera com a segunda cota do volume morto, está com 6% de sua capacidade neste sábado. 

A represa Alto Tietê, fornece água para 4,5 milhões de pessoas na Zona Leste e na Grande São Paulo, também teve uma perda de 0,2%. O reservatório opera atualmente com 106% de sua capacidade, após adicionar, no dia 14 de dezembro, 39,5 milhões de metros cúbicos de água do volume morto. 

Já o Sistema Alto Cotia, responsável pelo abastecimento de 400 mil pessoas, chegou a marca de 29,4%, após cair 0,2 ponto percentual.

A única represa a registrar chuvas foi a Guarapiranga, na Zona Sul.  No entanto, o  índice pluviométrico de 3mm não evitou a diminuição de 0,2% no reservatório. A represa, que atende a 4,5 mihões de pessoas, agora opera com 39,7% de sua capacidade.

 

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO