Segurança

Virada Cultural contará com 3 500 policiais

Além de agentes da PM, 1,3 mil seguranças particulares foram contratados

Por: Redação Veja São Paulo

Cerca de 3 500 agentes da Polícia Militar foram destacados para trabalhar exclusivamente na Virada Cultural durante este fim de semana (18 e 19 de maio). Eles serão distribuídos em quatro turnos de serviço e circularão em 180 viaturas. Além dessas ações de policiamento, dez bases comunitárias fixas e móveis também estarão distribuídas pela região central.

Ainda de acordo com a PM, câmeras de vídeo-monitoramento terão suas lentes voltadas para a identificação de condutas suspeitas e criminosas,que serão comunicadas aos policiais. Segundo a prefeitura, 1 300 seguranças particulares também foram contratados para garantir a segurança, além da presença da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

A polícia sugere que o público evite utilizar jóias, relógios ou outros objetos de valor que chamem atenção; que leve dinheiro apenas para o necessário e guarde a identidade no bolso. Em caso de grupos, a dica é marcar pontos para reencontro. É preciso também desconfiar de esbarrões e empurrões, além de conferir os pertences pessoais.

Na área da saúde, 42 ambulâncias e 16 UTIs móveis, além de quatro postos médicos, estarão disponíveis.

Limpeza Urbana

A Prefeitura informa que sistemas de varrição e coleta funcionarão por 24h, com 1 050 homens em cada um dos quatro turnos. Serão instaladas 1 300 lixeiras para o evento, além das 1 200 papeleiras já existentes. Mais de 200 veículos entre caminhões de coleta, pipas, sugadores e varredeiras operarão durante a Virada Cultural, que contará com 200 Pontos de Entrega Voluntária (PEV). A limpeza também será feita por catadores de dez cooperativas diferentes. Mil banheiros públicos serão espalhados por toda a região central.

Fonte: VEJA SÃO PAULO