Passeios

O que acontece nesta segunda (9): exposições

Mostras diversas para visitar na cidade

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Exposições - Tutto Fellini - 2276
O cineasta e o ator Marcello Mastroianni: a foto está entre os 400 itens de 'Tutto Fellini' (Foto: Divulgação)

+ o que fazer nesta segunda (9)

  • Resenha por Jonas Lopes: Última edição da série bienal de exposições do Itaú Cultural. Dedicado à união da arte com as novas mídias, o Emoção Art.Ficial deixa de existir para que a linguagem seja explorada em futuras exibições mais abrangentes de artistas contemporâneos. Estão reunidas dez peças de nomes nacionais e estrangeiros, com destaque para Mimetic Starfish, do inglês Richard Brow. Nela, uma estrela-do-mar virtual projetada no chão reage ao estímulos de quem a toca. Já o húngaro-canadense George Legardy traz ao Brasil Slice, uma cena repetidamente cortada ao meio e reorganizada por um computador a ponto de atingir a abstração. O americano Ken Rinaldo apresenta Face Music, formada por esculturas robóticas que compõem peças musicais a partir de imagens faciais dos visitantes — os rostos são processados digitalmente e transformados em som. Até 29/07/2012.
    Saiba mais
  • Resenha por Jonas Lopes: No ano que marca o centenário de nascimento do escritor pernambucano, a Ocupação Nelson Rodrigues é muito bem-vinda. Sob curadoria de duas parentes — a filha Maria Lúcia e a neta Sônia Muller —, a montagem-tributo, a 13ª mostra da prolífica série realizada pelo Itaú Cultural, segue o bem-sucedido padrão das anteriores e reúne material biográfico raro. Foram compilados fotografias, documentos pessoais e recortes de reportagens, além de frases brilhantes de Nelson (1912-1980) espalhadas pelas paredes. A cenografia de Valdy Lopes Jr. é emoldurada por instalações audiovisuais interativas. Logo na entrada, o espectador depara com a melhor delas, uma mesa na qual à frente de cada cadeira está o nome de um dos irmãos do autor, inclusive o dele. Ali o visitante faz uso de tablets para saber um pouco mais de cada um dos talentosos integrantes da família, a exemplo de Mário Filho, considerado o pai da crônica esportiva brasileira, e Roberto Rodrigues, cartunista assassinado aos 23 anos na redação do jornal do pai. Há outros quitutes na seleção, sobretudo a ampla variedade de depoimentos em áudio e vídeo disposta em painéis. De 21/06/2012 a 29/07/2012.
    Saiba mais
  • Resenha por Jonas Lopes: Celebrizado pelos irmãos Auguste e Louis Lumière em 1895, o cinema ganhou o reforço da ficção graças ao também francês Georges Méliès (1861-1938), responsável por mais de 500 filmes realizados entre 1896 e 1912. Diretor, ator, produtor, distribuidor, ilusionista e desenhista, Méliès recebeu uma homenagem recentemente no drama A Invenção de Hugo Cabret, dirigido por Martin Scorsese. Ele agora é tema de uma exposição produzida pela Cinemateca Francesa que ocupa dois andares do MIS. A montagem reúne cartazes, desenhos originais, figurinos e vários vídeos projetados nas paredes. Além disso, uma instalação com cenários móveis, feita no Brasil, permite a grupos de até oito pessoas criar curtas de meio minuto. A principal surpresa, contudo, está no 2º piso, dedicado a Viagem à Lua. Sob um teto forrado de estrelas, o espectador pode assistir à obra-prima de 1902 dentro de um foguete idêntico ao da história. De 03/07/2012 a 16/09/2012.
    Saiba mais
  • Resenha por Jonas Lopes: Em parceria com o Instituto Moreira Salles, o Sesc Pinheiros recebe a megaexposição. Cerca de 400 itens selecionados por Sam Stourdzé, diretor do Musée de l’Elysée, em Lausanne, ocupam o 2º andar do espaço. São fotos de bastidores, documentos pessoais, desenhos, cartazes, revistas, trechos de filmes e entrevistas. O espectador pode conferir um amplo painel da vida e da obra de Federico Fellini (1920-1993), um dos cineastas mais influentes da história. A organização de Tutto Fellini se dá por meio de núcleos temáticos. Uma das surpresas é o eixo sobre o envolvimento de Fellini com a cultura popular. O melodrama típico das fotonovelas, por exemplo, sempre marcou seus longas. A religião, o circo e a publicidade também aparecem por aqui. Não ficou de fora sua relação com a figura feminina, personificada de várias maneiras em clássicos como A Doce Vida, Noites de Cabíria e Oito e Meio — mães, prostitutas e divas ninfomaníacas, vividas por Giulietta Masina, Anna Magnani e Anita Ekberg, entre outras. Mais uma joia presente na seleção: o Livro dos Sonhos. Trata-se de uma série de desenhos feitos por Fellini de 1960 a 1990 a partir de material sonhado por ele por sugestão de um psicanalista. Há inclusive cenas de delírio erótico. De 06/07/2012 a 16/09/2012.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO