Mistérios da Cidade

Estado de São Paulo registra recorde de casamentos

Estudo mostra crescimento de 26% desde 2000

Por: Mauricio Xavier, Angela Ribeiro, Lívia Roncolato e Silas Colombo - Atualizado em

Casamento
(Foto: Royalty Free)

Nunca se casou tanto no Estado de São Paulo. É o que aponta um estudo divulgado pela Fundação Seade, vinculada à Secretaria Estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, a partir de dados obtidos nos cartórios de registro civil. Foram 271 318 enlaces em 2012, com uma taxa de nupcialidade de 6,5 a cada 1 000 habitantes, o que representa um crescimento de 26% desde 2000. 

Entre os fatores que contribuíram para o aumento estão a legalização de uniões consensuais e a proliferação de cerimônias coletivas, que reduzem os custos. Os últimos quatro meses do ano são os que mais atraem os noivos, concentrando 42% do total de eventos em 2012. Dezembro é o campeão, com 12,5%. Conhecido como “o mês das noivas”, maio é apenas o quinto. Os paulistas também se casam cada vez mais tarde. Entre 2000 e 2012, o acréscimo na idade média foi de aproximadamente quatro anos, passando de 26 para 30 anos entre as mulheres e de 29 para 33 anos entre os homens. 

Casamentos
(Foto: Arte Veja São Paulo)

 

+ Cidade tem nova invasão de shoppings

+ Terraço Itália resgata iniciativa do fim dos anos 60

+ Novo aplicativo ajuda paulistanos a compartilhar táxi

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO