Memória Paulistana

Santa Luzia ainda tem caderneta

Por: Edison Veiga [Maria Paola de Salvo e Nana Caetano] - Atualizado em

Em 1926, quando foi fundada pelo português Daniel Lopes, a Casa Santa Luzia ficava na esquina da Rua Augusta com a Oscar Freire. Na época, as compras dos clientes mais fiéis eram anotadas em uma caderneta e pagas no fim do mês. Há 25 anos, a loja se mudou para a Alameda Lorena, também nos Jardins, e atualmente recebe 4 000 pessoas por dia. Cerca de sessenta paulistanos – em sua maioria, descendentes dos primeiros fregueses – ainda compram no esquema da "caderneta", hoje informatizada pelo sofisticado supermercado octogenário.

Fonte: VEJA SÃO PAULO