Carnaval

Imperador do Ipiranga

Por: Bruna Gomes e Monique Paoletti - Atualizado em

imperador do ipiranga
(Foto: Alexandre Diniz)

Da antiguidade à tecnologia: medicina, a nobre arte de salvar vidas

Compositores: Edson Liz, Fredy VS, Tuca Maia, Alexandre RN, Drigo, Fábio e Gilberto

A roda do tempo girou e me levou Pra reviver uma história milenar

No Egito floresci e combati o mal

Um castigo provocado pelos deuses...

Ganhei pai, virei ciência, as descobertas foram consequências

Nas grandes civilizações cresci

Transformações enfrentei

Sob o olhar de um juramento caminhei

Na força da fé, a luz da salvação, me condenou à escuridão

Em busca da cura eu renasci

A obra do artista iluminou

Mostrando ao mundo meu valor

Vamos doar de coração

Pro amanhã ser mais feliz

A um irmão dar vida

Num gesto de amor e união

Lutei nas guerras, venci epidemias

Eu vi o homem de mãos dadas com a tecnologia

Guiada por mentes brilhantes despontei

Sou alternativa para o bem estar

Célula mãe é esperança de um novo alvorecer

A mão divina conduz os anjos da salvação

Sou a medicina, sublime é meu dom de curar

E no girar da coroa vou brilhar...

O meu samba é arte é paixão

Ipiranga é o berço da emoção

Sou a luz do criador

Iluminando a Imperador

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO