SHOWS

Samba do Baú relembra músicas antigas no Sesc Pompeia

Público pode sugerir as canções que gostaria de ouvir

Por: Taís Hirata - Atualizado em

Samba do Baú
Repertório do show é montado a partir de sugestões da plateia (Foto: Divulgação)

 Fãs do ritmo poderão desenterrar suas músicas antigas favoritas na apresentação do grupo Samba do Baú neste domingo (11) no Sesc Pompeia. Em cima do palco, será colocado um baú onde o público deixará suas sugestões de canções. “Mas tem que ser samba antigo”, esclarece Ricardo Raiz, voz e cavaquinho da banda. “Às vezes o pessoal pede um samba mais novo e a gente explica que a ideia é tocar samba do fundo do baú”.

+ Onde ouvir samba todos os dias da semana

Cursos de samba para arrasar na avenida

A ideia surgiu há seis anos como uma tentativa de aumentar a troca entre o público e os artistas. Nos primeiros 30 minutos, o grupo toca as músicas mais pedidas de outros shows enquanto o público deposita seus pedidos. No restante da apresentação, que dura entre uma hora e meia e duas horas, o repertório fica por conta da plateia.

Quando um pedido é desconhecido pelos músicos, o jeito é deixar para a próxima apresentação. “É um processo de pesquisa, quando não sabemos a música, vamos estudar”. Entre as mais pedidas estão clássicos como “Espelho”, de João Nogueira e Paulo César Pinheiro, “Trem das Onze”, de Adoniran Barbosa e “As Rosas Não Falam”, de Cartola.

O show começa às 18h30, e a entrada é gratuita. Os convites serão distribuídos com uma hora de antecedência.

Fonte: VEJA SÃO PAULO