Dança

Campeões de torneio internacional participam de congresso de salsa

Entre mais de 100 professores convidados, dupla irá ministrar workshops no sábado (30) e na segunda (1º), das 13h40 às 14h40

Por: Isabella Villalba - Atualizado em

Carine Morais - Rafael Barros - Congresso de Salsa_2189
Carine Morais e Rafael Barros: sucesso fora do país (Foto: Mario Rodrigues)

Eles namoram desde 2005 e há dois anos começaram a praticar salsa. A parceria rendeu aos bailarinos cearenses Carine Morais, de 28 anos, e Rafael Barros, 24, os dois últimos campeonatos nacionais e o título do torneio World Salsa Open deste ano, considerado o mais importante do gênero.

“Foi a primeira vez que um casal brasileiro ganhou o prêmio”, diz Carine. Os dois dão aulas em uma academia de dança na Vila Mariana e fazem parte das atrações da décima edição do Congresso Mundial de Salsa do Brasil, até terça (2) no Club Homs, na Avenida Paulista. Entre mais de 100 professores convidados, eles ministrarão workshops no sábado (30) e na segunda (1º), das 13h40 às 14h40.

A salsa tem origem controversa — há quem diga que nasceu em Cuba, na década de 50, e quem afirme que surgiu, dez anos depois, em Porto Rico. Cubano ou porto-riquenho, o ritmo conquistou a dupla brasileira por sua ginga e sensualidade. Para participar das disputas, os dois seguem uma rotina de treinos rigorosa. Pela manhã, são três horas entre aulas de alongamento e de musculação, para garantir força, precisão e resistência física durante as piruetas e os movimentos rápidos da dança. Depois de uma pausa, seguem-se mais quatro horas de ensaio de coreografias, de segunda a domingo. Em véspera de concurso, eles chegam a praticar dez horas por dia.

Vaidosos, Carine e Rafael fazem a própria maquiagem. O figurino vermelho da foto, utilizado no torneio em julho deste ano, em Porto Rico, é bordado com cristais Swarovski. Eles ganharam reconhecimento internacional ao adicionar pitadas de outros ritmos à salsa, como o samba de gafieira e a rumba. Além de ministrar as aulas, o casal será a atração de um baile que começa às 22 horas de domingo (31).

Shows de outras duplas famosas, como Adrián Rodríguez e Anita Santos, representantes da Espanha, vencedores do Salsa Open em 2007 e 2008, fazem parte da agenda. Os bicampeões sobem ao palco no baile de segunda (1º). Na terça (2), haverá uma maratona de doze horas de dança, do samba ao tango.

Fonte: VEJA SÃO PAULO