Mistérios da Cidade

Salão Nobre do Palácio da Justiça com exposição sobre Revolução de 32

Por: Edison Veiga [Fernando Cassaro, Filipe Vilicic, Giovana Romani e Sara Duarte] - Atualizado em

Sob este teto ocorrem posses de magistrados, eleições do judiciário paulista e outras solenidades. Com 308 metros quadrados, o Salão Nobre do Palácio da Justiça é a ala mais visitada da sede do Tribunal de Justiça de São Paulo (Praça da Sé, s/nº). Seus vitrais trazem figuras que representam as quatro virtudes da Justiça: temperança, paz, verdade e esperança. No parapeito, fica um relógio de parede movido a corda. Durante este mês, quem for ao prédio projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo (1851-1928) e inaugurado em 1933 pode conferir, no Salão dos Passos Perdidos, uma exposição de fotos e objetos que lembram a Revolução Constitucionalista de 1932. Informações pelo telefone 3107-6687

Fonte: VEJA SÃO PAULO