Olimpíada

Ryan Lochte pede desculpas em rede social

Nadador sustentou versão de que teve uma arma apontada em sua direção na noite de domingo (14); segurança do posto de gasolina disse à polícia que sacou pistola

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Ryan Lochte
Após mentir, Ryan Lochte pediu desculpas em rede social nesta sexta (19) (Foto: Reprodução/Facebook)

O medalhista olímpico Ryan Lochte divulgou um pedido de desculpas em sua conta no Instagram nesta sexta-feira (19). Ele é um dos nadadores norte-americanos que alegaram terem sido assaltados no Rio de Janeiro no último domingo (14). Nesta quinta-feira (18), a Polícia Civil do Rio de Janeiro desmentiu a versão dos atletas e disse que eles, na verdade, se envolveram em uma briga em um posto de gasolina.

+Ryan Lochte mentiu para chamar atenção da mídia, diz Feigen

Lochte assumiu o erro em partes já que reiteirou ter tido uma arma apontada em sua direção na noite de domingo (14). Em depoimento à polícia, o segurança do posto de gasolina onde aconteceu a confusão disse que sacou sua arma para impedir que os atletas fossem embora sem pagar o prejuízo. No texto, o nadador não assumiu ter mentido sobre o falso assalto.  “Eu quero pedir desculpas pelo meu comportamento na semana passada - por não ter sido mais cuidadoso e franco em como eu descrevi os eventos daquela manhã”, escreveu o atleta. 

+ Reviravolta no caso dos nadadores americanos vira piada na internet

Lochte citou a barreira da língua para se explicar: "é traumático sair tarde com os seus amigos em um país estrangeiro e ter um estranho apontando uma arma para você, exigindo dinheiro para deixá-lo sair, mas, independentemente do comportamento de qualquer outra pessoa naquela noite, eu deveria ter sido muito mais responsável em como eu lidei com a situação e, por isso, eu peço desculpas aos meus companheiros de equipe, fãs, colegas, patrocinadores e aos anfitriões deste grande evento", escreveu. "Aceito a responsabilidade pelo meu papel neste acontecimento e digo que aprendi lições valiosas", completou. 

“Eu esperei para dividir esses pensamentos até ter certeza de que o inquérito tivesse sido resolvido e que meus colegas de equipe chegassem em casa de forma segura."

+ Confira as últimas notícias

ryan
(Foto: Reprodução / Instagram )

Fonte: VEJA SÃO PAULO