Gastronomia

Hoje é dia de feijoada

Dez endereços para saborear diferentes versões do prato na cidade

Por: Daniel Ottaiano - Atualizado em

Bolinha feijoada
Feijoada do Bolinha, no Itaim Bibi, é uma das mais famosas de São Paulo | Crédito: Divulgação

Os paulistanos estão acostumados a encontrar feijoada às quartas e sábados em restaurantes da cidade. Além da fórmula paio, carne-de-sol, farofa e couve, também há espaço para inovações em São Paulo, como a variedade vegetariana e a contemporânea, que substitui os grãos por esferas de caldo.

+ Leia mais: cinquenta opções para comer bem de segunda a sexta

Ao contrário do que se acredita, a feijoada deriva de uma tradição portuguesa de comer feijão com carne de porco, e não de uma mistura criada por escravos. A afirmação é da pesquisadora Rosa Belluzzo, autora do livro ‘São Paulo: Memória e Sabor’. Independentemente da origem, a receita que está na ponta da língua de todos os comensais da cidade – e em todo restaurante de culinária brasileira que se preze.

Confira abaixo dez bons lugares para comer diferentes receitas de feijoada.

Bar do Nico Às quartas, são servidas a porção individual (60 reais) e a para duas pessoas (85 reais). O feijão acompanha arroz, couve refogada com bacon, bisteca, farinha, limão e batida de limão.

Beth Cozinha de Estar Neste restaurante de comida rápida, a feijoada completa tem vez no bufê (41,50 reais) às quartas. A receita inclui linguiça defumada e costelinha de porco.

Bolinha Uma das feijoadas mais disputadas da cidade custa 75,50 reais por pessoa e inclui torresminho, lingüiça e mandioca frita, além da carne-seca, linguiças variadas, costelinha, bacon e pé, rabo e orelha de porco.

Churrasco's – As quartas-feiras da casa de carnes são dedicadas ao prato tradicional. O bufê completo sai por 58,50 reais por pessoa.

Dona Onça O bar instalado no térreo do Edifício Copan faz cada vez mais fãs. A feijoada faz parte dos preparos elogiados e custa 41 reais por pessoa.

Feijoada da Bia Como o próprio nome sugere, a casa da banqueteira Bia Braga dedica-se exclusivamente à delícia. Por 39 reais, o cliente tem direito a carne-seca, linguiça, paio e costelinha. O feijão-preto aparece sozinho numa cumbuca. Também acompanha, farofa, arroz, torresmo, couve, abóbora e laranja.

Feijoada da Lana É outra casa em que o feijão preto é a estrela principal. Tudo é servido separado, em cumbucas, como parte do bufê, que sai a 25 reais por pessoa.

A Figueira Rubaiyat Por 95 reais, o cliente tem direito à feijoada completa, que inclui mandioca, carne-seca e até leitão à pururuca no bufê. No preço também estão inclusos uma dose de caipirinha e sobremesa.

Goa Para quem não resiste ao feijão preto, mas recusa carnes, a opção é a feijoada vegetariana que leva couve, arroz, farofa e substitui o porco pela soja. O menu completo (22,50 reais) dá direito ao prato e a duas entradas.

Maní – A versão do restaurante contemporâneo em Pinheiros substitui o feijão por esferas de caldo do grão guarnecidas de farofa de castanha-do-pará, uma gota de azeite de pimenta, triângulos de laranja, cubos de paio e couve frita. Sai por 33 reais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO