Passeios

Roteiro ecumênico por São Paulo: judaico

Nove programas inspirados nos preceitos e nos ícones da religião

Por: Anna Carolina Oliveira - Atualizado em

Burgguer's K
Hambúrguer de 150 gramas com alface e cebola mais batata frita: no Burgguer's K (Foto: Fernando Moraes)

Além de fechar as portas em respeito ao Shabat, o cardápio do Burgguer's K é cuidadosamente supervisionado por dois rabinos.

Em São Paulo, os religiosos também contam com outras opções de restaurantes, além do Museu Judaico, do Clube A Hebraica e de outros lugares para passear.

+ Roteiro ecumênico por São Paulo: 32 programas

Veja abaixo nove programas temáticos:

  • Clubes

    Clube A Hebraica

    Rua Hungria, 1000, Jardim Europa

    Tel: (11) 3818 8800

    Sem avaliação
  • Bibliotecas

    Biblioteca Anne Frank

    Rua Cojuba, 45, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3078 6352

    Sem avaliação
  • Teatro Arthur Rubinstein

    Rua Hungria, 1000, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3818 8800

    Sem avaliação
  • Centros culturais

    Centro da Cultura Judaica (mudou de nome para Unibes Cultural)

    Rua Oscar Freire, 2500, Pinheiros

    Sem avaliação
  • Judaicos

    Adi Shoshi Delishop

    Rua Correia de Melo, 206, Bom Retiro

    Tel: (11) 3228 4774

    1 avaliação

    Num salão sem requinte, oferece pratos como mussaká, vareniques de costela de boi ao molho de cogumelos e quibe assado ao molho de iogurte ou gergelim.

    Saiba mais
  • Judaicos

    Nur

    Rua Tupi, 792, Higienópolis

    Tel: (11) 3666 4992

    VejaSP
    1 avaliação

    Quem não é judeu pode achar estranho o restaurante fechar justo às sextas, no jantar, e aos sábados, na hora do almoço. É que ali a religião é levada a sério. Além de não abrir as portas durante o shabat (o intervalo de descanso judaico entre o anoitecer de sexta e o início da noite de sábado), a casa comandada pelo chef marroquino Daniel Marciano, à frente também do mediterrâneo De La Paix, segue à risca os preceitos da culinária kosher. Isso significa que todos os ingredientes têm origem atestada e a cozinha funciona sob a supervisão de um rabino. Comece pela seleção de pastas e saladas chamada de entrada israelense (R$ 37,00). Entre os oito itens servidos em potinhos, aparecem homus, picles de pepino e fava. Na sequência, escolha entre hambúrguer com cebola caramelada mais batata frita (R$ 44,90) e steak de carne bovina (R$ 34,00 a cada 100 gramas), que chega no ponto desejado junto de um molho e um acompanhamento.

    Preços checados em 13 de julho de 2016.

    Saiba mais
  • Lanchonetes

    Burgguer's K

    Rua Goiás, 108, Consolação

    Sem avaliação
  • Padarias

    The Bagel Factory

    Avenida Moema, 88, Planalto Paulista

    Tel: (11) 5052 0161

    2 avaliações

    Uma bem-vinda reforma deixou a loja mais bonita, com uma parede decorada por um tecido vermelho listrado. Ao se unir o caixa à vitrine de pães, também sobrou mais espaço para as mesas. Inalteradas, para alegria dos fãs dos bagels furadinhos no meio, as receitas incluem massas de tomate seco e multigrãos. Mas a melhor opção é a de cebola, de cheiro e sabor bem marcantes. Cada unidade custa R$ 3,60. Entre as opções doces, o cinnamon roll pode ser apenas de canela ou acrescido de coco (R$ 8,00 cada um). Junto do expresso (R$ 4,00), prove ainda o novo e macio brioche salpicado de amêndoa (R$ 8,00).

    Preços checados em 4 de junho de 2014.

    Saiba mais
  • Empórios ou mercados gourmet

    Casa Zilanna

    Rua Itambé, 506, Consolação

    Tel: (11) 3257 8671 ou (11) 3256 5053

    VejaSP
    1 avaliação

    O empório é especializado na culinária judaica, mas sua proprietária, Anna Manuel Gonçalves, não faz parte da colônia — há até carne de porco (alimento proibido pela religião) à venda. Apesar da variedade de produtos, a clientela vai em busca de itens típicos como matzá (R$ 26,98 a caixa), pão sem fermento, consumido principalmente no Pessach, quando se celebra a fuga dos hebreus do Egito. Também são muito procurados o varenique (R$ 35,98 o quilo), massa recheada de batata e coberta por cebola frita, o pepino em conserva (R$ 21,98) e o beigale, espécie de rosquinha com gergelim (R$ 2,00). Entre os itens que levam o selo kosher, há um mix de carnes e embutidos bovinos próprios para feijoada (R$ 26,00 com 500 gramas). Manga, abacaxi e figo secos são vendidos a granel (R$ 43,98 a R$ 69,98 o quilo).  

     

    Preços checados em 7 de janeiro de 2015.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO