ESPECIAL CHURRASCO

Sete locais para comprar ótimos cortes de carne

Açougues-butique têm de bife do dia a dia a cortes especiais

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Foi-se o tempo em que o consumidor comprava uma peça de carne naqueles velhos estabelecimentos com paredes azulejadas e carcaças penduradas em ganchos.

+ Especial churrasco: um guia com vinte casas para provar ótimos cortes

+ Sete acessórios para incrementar o churrasco

Nos últimos anos, surgiram por aqui açougues-butique com uma série de opções de corte, seja o bifinho do dia a dia, seja a picanha do churrasco ou mesmo o kobe beef para um jantar especial. É só escolher um endereço na seleção preparada por VEJA SÃO PAULO e encher o carrinho.

EMPÓRIO NO PONTO

Inaugurada como um açougue-butique, a loja atualmente possui um portfólio grande de produtos. A picanha da marca Intermezzo (R$ 81,40 o quilo) e o picadinho de flé-mignon (R$ 43,85 o quilo) estão entre os destaques. Vieram se somar a eles os itens do Consulado das Massas. O capelete sai por R$ 28,00 o pacote com 500 gramas. Nas prateleiras também se encontram azeites, cereais e conservas, como picles e palmito.

FEED

Açougue Feed
Feed: a casa funciona também como restaurante com almoço executivo (Foto: Gladstone Campos/Realphotos)

Além dos cortes de carne das geladeiras (a maminha em tiras grossas custa R$ 69,90 o quilo) e das aulas ministradas em uma área do salão, o endereço assumiu a vocação de restaurante ao oferecer um menu executivo no almoço. Por R$ 65,00, a refeição contempla um prato feito na parrilha, como chorizo, ancho ou bombom de alcatra, e o bufê de acompanhamentos.

PRIME BEEF

Grelhas, tábuas e outros apetrechos para quem quer fazer churrasco dominam o interior da loja comandada pelo empresário Ricardo Gabriel. O lugar também tem um espaço nos fundos onde são ministrados vários cursos ligados ao tema. São, porém, os cortes embalados a vácuo que fazem valer a visita. Dispostos em geladeiras num dos cantos do salão, brilham a fraldinha de gado wagyu (R$ 189,80 o quilo) e o carré suíno (R$ 68,80 o quilo). A linguiça recheada de pimenta-biquinho (R$ 48,80), trazida de Bragança Paulista, configura opção para quem deseja preparar em casa um ótimo petisco.

+ 7 acessórios para incrementar o churrasco

TALHO CARNES

Um dos diferenciais deste pequeno estabelecimento é a presença quase em tempo integral de um açougueiro para fatiar as carnes. Muitos cortes são apenas resfriados, e não congelados, o que faz com que eles mantenham suas melhores características. Nessa forma, é possível levar a peça de filé-mignon (R$ 74,95 o quilo), a pancetta (R$ 33,95) e o lombo (R$ 26,50). Na geladeira fcam opções como a picanha (R$ 31,95) e a costelinha suínas (R$ 29,95). Prateleiras acomodam queijos fracionados e embalados na casa, a exemplo do provolone (R$ 52,50 o quilo).

THE BUTCHER

Entre os açougues-butique, este tem a enorme vantagem de funcionar até o meio da noite. No interior da loja, encontra-se à disposição uma boa variedade de carnes para churrasquear. A seleção inclui cortes da raça de gado wagyu, como o ancho (R$ 230,00 o quilo). Para preparar direto na frigideira, há pacotinhos de bombom angus por R$ 65,90 o quilo. Já a chamada bananinha (R$ 45,90 o quilo) é sugerida para um aperitivo, pois o corte extraído da costela vem em forma de tirinhas.

+ Carnes consideradas de segunda estão em alta na capital

VARANDA GOURMET

No comando deste açougue está o expert Sylvio Lazzarini, dono da churrascaria Varanda, que funciona no imóvel em frente. As geladeiras armazenam três opções de bife de chorizo: especial (R$ 67,90 o quilo), superior (R$ 79,90 o quilo) e premium (R$ 109,90 o quilo), que se diferenciam pelo tempo de confnamento do animal — 120, 160 e 180 dias, respectivamente. Há peças de short rib de gado da raça wagyu (R$ 98,90 o quilo).

Fonte: VEJA SÃO PAULO