Esporte

Romário comemora prisão de José Maria Marin

Senador parabenizou trabalho da polícia suíça, que deteve ex-presidente da CBF, suspeito de participar de esquema de corrupção na Fifa 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Romário
O senador Romário: "Corruptos que fazem mal ao futebol estão na cadeia" (Foto: Reprodução)

Um dos principais críticos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o senador Romário (PSB-RJ) comemorou a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da entidade, na manhã desta quarta (27), em Zurique. “Muitos dos corruptos e ladrões que fazem mal ao futebol foram presos, inclusive um dos maiores do país, que se chama José Maria Marin”, afirmou.

+ José Maria Marin, ex-presidente da CBF, é preso na Suíça

As declarações foram feitas durante audiência pública realizada na Comissão de Educação, Cultura e Esporte, presidida por Romário. O parlamentar, no entanto, lamentou o fato de a prisão não ter acontecido no Brasil. “Infelizmente, não foi a nossa polícia que prendeu. Ladrão tem que ir para a cadeia. Parabenizo o FBI e especialmente a polícia suíça pela atitude. Espero que isso repercuta positivamente e que isso passe a ser aplicado na América do Sul”.

+ Confira as últimas notícias

Além de Marin, outros seis dirigentes foram detidos na manhã desta quarta sob suspeita de participar de esquema de corrupção que teria movimentado mais de 100 milhões de dólares na Fifa, entidade que rege o futebol mundial. As prisões aconteceram em um hotel cinco estrelas em Zurique, onde ocorre congresso da federação internacional.

Romário ainda relacionou a falta de recursos para o futebol feminino com a corrupção. “Até hoje o futebol feminino não dá lucro, não dá dinheiro. E onde não dá dinheiro, eles não podem roubar, não pode enriquecer ilicitamente, então, infelizmente eles não apoiam como tem que fazer”, disse.

Fonte: VEJA SÃO PAULO