Comportamento

Grupo marca 'Rolezinho Drag' na esquina da Augusta com a Paulista

Famoso na noite paulistano, Trio Milano idealizou o evento que deve ocorrer em 22 de fevereiro

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

rolezinho drag
Trio Milano: "Nosso rolezinho é para trazer diversão, glamour e entretenimento" (Foto: Divulgação)

No lugar de camisetas Abercrombie, tênis Mizzuno e óculos Oakley, um rolezinho organizado para o dia 22 de fevereiro no Shopping Center 3 terá roupas brilhantes, saltos meia-pata e cílios postiços. Batizado de 'Rolezinho Drag', o encontro pretende reunir mais de 2 000 pessoas, todas montadas, em uma das esquinas mais famosas da cidade, na Rua Augusta com a Avenida Paulista.

Idealizado pelo Trio Milano, que faz performances e toca em baladas paulistanas, o evento é, de acordo com  Penelopy Jean, uma das organizadoras, uma tentativa de reintegrar a cultura drag na sociedade, mas não necessariamente um ato político. "Ser drag por si só já é algo ultrajante e político. Isso para nós já basta. Nosso rolezinho é para trazer diversão, glamour e entretenimento", disse. 

Ao contrários dos rolezinhos originais, marcados para o início da tarde e majoritariamente nas praças de alimentação dos centros de compras, o 'Rolezinho Drag' deve começar às 19h do lado de fora do Shopping Center 3. Também não existe ainda nenhuma programação. "Dali tudo é possível. Performances, batalhas de dublagem, sessões de fotos", explicou Jean.

Nenhuma das integrantes do Trio Milano participou dos rolezinhos que desde o início de dezembro ocupam shoppings da capital. Para Penelopy Jean, os encontros poderiam ter sido utilizados pelos comerciantes. "Acabou sendo uma oportunidade desperdiçada por conta do racismo, preconceito e também de uma minoria que queria badernar."

Fonte: VEJA SÃO PAULO