Comida

Rolando Massinha lança Doguinho, Churrinho e até Kebabinho

Herói da cozinha de rua, Rolando Vanucci se prepara para colocar mais oito Kombis na cidade

Por: Sophia Braun

O dono da Kombi, Rolando Vanucci: cozinheiro autodidata
Rolando Vanucci: o rei da comida de rua (Foto: Lucas Limas)

A colorida Kombi do Rolando Massinha tornou-se parte da paisagem noturna da Avenida Sumaré. Cerca de 200 pessoas se acomodam ao redor do veículo por noite para saborear as massas frescas servidas a preços tão amigáveis quanto o proprietário, Rolando Vanucci. Se a porção caprichada de fettuccine à bolonhesa custa 12,50 reais, imagine o carisma desse pernambucano a quem o chef celebridade Alex Atala chamou de “herói da cozinha de rua”.  

 

Depois de seis anos ocupando o estacionamento de uma loja de lingeries, na esquina da Rua Caiubi, Vanucci atende desde a última quarta em um espaço maior cedido pela concessionária de carros Volkswagen (altura do número 611). O motivo da mudança: expansão dos negócios. “Até maio, terei nove Kombis em funcionamento, cada uma delas especializada em um tipo de comida”, afirma o empreendedor. Desse total, oito veículos estarão distribuídos em três pontos da Avenida Sumaré. “Quero transformar a via em um polo gastronômico.”

A partir desta sexta (14), o Rolando Massinha ganhará a companhia do Rolando Churrinho, cujo foco serão os churros. O Rolando Kebabinho, destinado aos kebabs, tem inauguração prometida para quinta (20). Nas próximas semanas, quem passar pela avenida encontrará ainda o Rolando em versões Doguinho, Crepezinho, Espetinho, Pastelzinho e (ufa!) Comidinhas. Nesta última Kombi, o próprio Vanucci vai preparar receitas sofisticadas, como risoto de presunto de Parma, queijo brie e damasco, a caros 37 reais. “Quero descobrir o valor da minha marca”, diz. 

Fettuccine verde ao molho bolonhesa: R$ 12,50
Fettuccine à bolonhesa: 12,50 reais (Foto: Lucas Lima)

Com o empréstimo de quase 200 000 reais concedido pelo Banco do Brasil, Vanucci poderá estacionar ainda uma Kombi de cachorro-quente em frente ao Shopping Vila Olímpia, a partir de amanhã (14). Diferente dos outros pontos, protegidos da falta de legislação por estarem em espaços privados, este ficará na rua. “Demorei cinco anos para conseguir o alvará”, estima. (Até a Lei da Comida de Rua entrar em vigor, apenas carrinhos de hot-dog podem ter a permissão para operar legalmente). A estrela do cardápio será o dogão com linguiça artesanal toscana ou apimentada mais creme de queijo gorgonzola e compota de gengibre na baguete (11 reais). Orgulhoso de sua criação, Vanucci alerta a clientela: “Se colocarem ketchup e mostarda no lanche, eu vou ter um treco do coração”, diverte-se.

Incansável e destemido, Vanucci planeja mais novidades até o fim do primeiro semestre. “Já estou estudando uma van de quiches e outra de salgadinhos, entre eles coxinhas e esfihas”, adianta. Ele promete ainda abrir uma hamburgueria onde hoje funciona sua cozinha de apoio, em Perdizes. Se tudo sair como o esperado, o herói da cozinha de rua será rei. 

Mapa - Rolando Massinha na Avenida Sumaré
As vans marcadas com asterisco não têm data certa para passar a funcionar (Foto: Simone Yamamoto)

SERVIÇO

Avenida Sumaré números 179, 611 e 1530: segunda a sábado, das 19h às 2h; domingos, até as 23h30

Rolando Doguinho da Vila Olímpia: entroncamento das ruas Gomes de Carvalho e Olimpíadas com a Alameda Vicente Pinzon; segunda a sexta, das 11h às 18h

Fonte: VEJA SÃO PAULO