Trânsito

CET suspende rodízio de veículos por causa das manifestações

Professores, motoristas e cobradores de ônibus protestam nesta terça-feira (20)

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Manifestação Motoristas de Ônibus
Ônibus parados na Avenida Professor Francisco Morato (Foto: Mario Rodrigues)

Por causa das manifestações que tomam conta da cidade, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) suspendeu o rodízio de carros nesta terça-feira (20). Com isso, os veículos com placas de final três ou quatro podem circular livremente pela cidade das 17 às 20 horas. 

+ Policiais devem paralisar as atividades nesta quarta

No momento, os professores municipais de São Paulo interditam a pista sentido Consolação da Avenida Paulista. Com o auxílio de um carro de som, o ato está programado para começar às 17h30. Os professores pretendem caminhar até a prefeitura.

+ Manifestação de motoristas de ônibus bloqueia seis terminais

A CET recomenda que os motoristas evitem seguir para o local. Quem já está na região, a alternativa é utilizar as ruas Cincinato Braga e São Carlos do Pinhal.

Já os motoristas e cobradores de ônibus bloqueiam os acessos aos terminais Princesa Isabel, Amaral Gurgel e Bandeira. O grupo interdita também o trânsito no Viaduto Diário Popular, prejudicando o funcionamento dos terminais Dom Pedro e Mercado.

Segundo a CET, os bloqueios acontecem também em outros terminais, como Cachoeirinha, Pirituba, Lapa, Sacomã, Pinheiros, Casa Verde, Santana e Barra Funda.

A circulação de ônibus também está prejudicada nos corredores Francisco Morato/Eusébio Matoso/Rebouças/Consolação; Rio Branco/Marquês de São Vicente; Figueira/Senador Queiróz e São João/General Olímpio da Silveira.

Fonte: VEJA SÃO PAULO