Cinema

Robin Williams se enforcou, diz polícia da Califórnia

Agente de ator diz que ele enfrentava depressão severa. Esposa pede que lembrem dos momentos de alegria que ele proporcionou

Por: Redação VEJA SÃOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O ator Robin Williams, encontrado morto em sua casa na Califórnia na tarde de segunda-feira (11), se enforcou. A informação foi confirmada pelas autoridades policiais do condado de Marin, na Califórnia.

+ Fãs prestam comoventes homenagens a Robin Williams

+ Os grandes momentos de Robin Williams nos dramas e nas comédias

Williams também tinha cortes “superficiais” em seu pulso. Uma lâmina foi encontrada próxima ao seu corpo. O exame forense não indicou sinais de luta. O resultado dos exames toxicológicos, para saber se houve abuso de substâncias como drogas ou medicamentos, devem sair em até seis semanas. 

Veja a última foto que Robin Williams postou no Instagram em homenagem à filha

De acordo com a publicação Hollywood Report, autoridades da cidade de Tiburon, no condado de Marin, receberam uma chamada de emergência por volta das 11h55 da manhã de segunda-feira avisando que um homem havia sido encontrado inconsciente em sua casa.

Quando os bombeiros chegaram ao local, por volta das 12h, notaram que se tratava do ator.

Mara Buxbaum, agente do ator, afirmou ao Hollywood Report que o ator estava lutando contra uma depressão severa. “Esta é uma trágica e repentina perda.”

Susan Schneider, mulher do ator, disse estar de coração partido. “Esta manhã, perdi meu marido e meu melhor amigo, enquanto o mundo perdeu um de seus mais queridos artistas e belos seres humanos. Em nome da família de Robin, pedimos privacidade durante nosso tempo de profunda tristeza. Esperamos que, ao falar dele, o foco não seja sua morte, mas, sim, os inúmeros momentos de alegria e riso que ele deu a milhões de pessoas.” 

Williams tinha um histórico de problemas com drogas, em particular álcool e cocaína, desde os anos 1970. Por 20 anos, ele ficou sóbrio, mas em 2003 ele voltou a beber. Três anos depois, foi internado em uma clínica de reabilitação, por intervenção da família. Em julho deste ao ano, ele decidiu por conta própria se internar mais uma vez. 

+ Não submestine o poder das drogas

Robin William foi descoberto pelo papel de Mork, na série Happy Days (1974) e gravou a continuação Mork & Mindy (1978).  Ganhou o Oscar de ator-coadjuvante pela atuação em “Gênio Indomável” (1997) como o professor universitário Sean McGuire.

Atuou em três filmes indicados ao Oscar de melhor filme “A Sociedade dos Poetas Mortos” (1989), “Tempo de Despertar” (1990) e “Gênio Indomável” (1997).

Foi casado três vezes. Valerie Velardi (4 junho de 1978 a 6 dezembro de 1988), com um filho (Zachary Pym (Zak) Williams); Marsha Garces Williams (30 abril de 1989 a 2010), com 2 filhos (Zelda Williams e Cody Alan Williams); Susan Schneider (22 outubro 2011 - presente).

Em 2003, ganhou Grammy Award pela Melhor Álbum de Comédia Falada por "Robin Williams - Live 2002".

Ganhou uma estrela na calçada da fama dia 12 de dezembro de 1990.

Fonte: VEJA SÃO PAULO