Roteiro

Rio de Janeiro para iniciantes

Ver a cidade do alto do Pão de Açúcar, caminhar pelas calçadas de Copacabana e tomar chope nos botecos típicos: o guia perfeito para uma primeira viagem

Por: Rachel Verano - Atualizado em

Ipanema - Rio de Janeiro - 2249
Ipanema: acaba de inaugurar um mirante em frente da Rua Vinicius de Moraes (Foto: Flavio Veloso)

Subir ao Cristo Redentor

Cerca de 2.500 pessoas visitam uma das sete novas maravilhas do mundo moderno todos os dias, erguida no topo do Corcovado, a 710 metros de altura. A melhor maneira de se juntar a elas é embarcar no trenzinho que sai da Rua Cosme Velho, 513 (tel.: 21 2558-1329. 8h30/19h. R$ 43,00 (ida e volta). www.corcovado.com.br) e demora vinte minutos para chegar até o topo numa estrada de ferro aberta em 1884. Lá em cima, além do intimidador tamanho da estátua inaugurada em 1931, com seus 38 metros de altura e 1.140 toneladas de peso, a vista é arrebatadora. Também é possível subir de carro (estacionamento na Estrada das Paineiras, tel.: 21 2225-7074. 8h/19h. R$ 2,00 (por hora). De lá, ida e volta de van, R$ 26,43).

+ Rio de Janeiro: o outro lado da ponte aérea

+ Rio de Janeiro além dos passeios básicos

+ Rio de Janeiro para os experts

Andar no bondinho do Pão de Açúcar

Há 99 anos era inaugurado o teleférico que permitiria, pela primeira vez, o acesso ao Pão de Açúcar. Logo apelidado de bondinho, a estrutura, toda de vidro, percorre dois trechos independentes, num total de 1.263 metros. O primeiro liga a Praia Vermelha ao Morro da Urca, a 227 metros de altura; o segundo, o Morro da Urca ao Pão de Açúcar propriamente dito, a 396 metros. De ambos a vista descortina a Praia de Botafogo, da Urca, o Flamengo, o bairro da Glória, o Aeroporto Santos Dumont... Quanto mais alto o mirante, mais bonitas as fotos. Neste ano foi inaugurado o Museu do Cocuruto, que narra a história e conta curiosidades do bondinho. Avenida Pasteur, 520, Urca, tel.: 21 2546-8400. 8h/21h (a bilheteria fecha às 19h50). R$ 53,00 (ida e volta). www.bondinho.com.br.

Pegar praia no Leblon e em Ipanema

Palco de um eterno vaivém de globais e celebridades em geral, as duas praias vizinhas são donas das areias mais badaladas da orla carioca. Para ir direto ao bochicho, rume para o Posto 9, em Ipanema, que acaba de inaugurar um mirante em frente da Rua Vinicius de Moraes. Em uma área de 72 metros quadrados cercada de verde, tem ducha movida a energia solar e belas vistas. O trecho diante da Rua Farme de Amoedo é reduto GLS. Uma vez instalado, prove as delícias sagradas das areias da cidade: os biscoitos Globo, feitos de polvilho, que há seis décadas fazem a alegria dos banhistas, e chá-mate — o clássico dos clássicos é servido em tonéis. 

Pastéis do Belmonte - Rio de Janeiro - 2249
Belmonte: pastéis fritos na hora (Foto: Jonas Cunha)

Emendar num bar direto da praia

Tem coisas que só o Rio de Janeiro faz por você. Que tal sair da praia em traje de banho e chinelo para se instalar, ainda sujo de areia (e muitas vezes com a sua própria cadeira de praia), em alguns dos melhores bares da cidade? Um dos mais concorridos, o Bracarense (Rua José Linhares, 85, loja B, Leblon, tel.: 21 2294-3549. 9h/0h (dom. até 22h) serve um delicioso bolinho de aipim com camarão e catupiry. No Jobi (Avenida Ataulfo de Paiva, 1166, loja B, Leblon, tel.: 21 2274-0547. 10h/5h), o chope sempre bem tirado pode ser acompanhado de empadas fresquinhas de frango, camarão ou palmito. E no Belmonte (Praia do Flamengo, 300, loja B, tel.: 21 2552-3349. 9h/3h. www.botecobelmonte.com.br), outro clássico inaugurado em 1952 (mas totalmente repaginado em 2002), a pedida para acompanhar a bebida são os pastéis fritos na hora.

Caminhar pelo calçadão de Copacabana

A praia brasileira mais famosa no exterior merece uma caminhada de ponta a ponta, ainda que seja apenas pela moldura. Sua calçada de pedras portuguesas com desenhos em forma de ondas, construída em 1906, tornou-se uma verdadeira instituição carioca. Inspirada nas calçadas de Lisboa, é o tapete vermelho dos 2 milhões de pessoas que invadem as areias do lugar todos os anos na noite do réveillon.

Visitar o Jardim Botânico

Maior coleção de plantas do Brasil, com cerca de 9.000 espécies, o Jardim Botânico do Rio foi construído a pedido de dom João VI (então príncipe regente) em 1808. O objetivo era criar um ambiente para aclimatar as raridades vindas do Oriente. São imperdíveis as alamedas cercadas de palmeiras-imperiais e o lago recheado de vitórias-régias. Há visitas guiadas gratuitas em carrinhos elétricos. Rua Jardim Botânico, 1008, tel.: 21 3874-1808. 8h/18h. R$ 6,00. www.jbrj.gov.br

BB Lanches no Rio de Janeiro - 2249
BB Lanches: várias opções de sucos (Foto: Daniella Duarte)

Provar dezenas de sabores de suco

Lichia, umbu, tamarindo, graviola, blueberry, lima-da-pérsia, cacau. Também abacaxi, manga, acerola, amora... Para acompanhar as dezenas de sabores de suco, as opções vão de sanduíches naturais a hambúrgueres e filés com queijo. No Rio, cada esquina que se preze abriga uma casa de sucos. Elas estão por toda a cidade, mas as mais charmosas ficam no Leblon. Tem a BB Lanches (Rua Aristides Espínola, 64, loja A, tel.: 21 2294- 1397. 9h/3h (sex. e sáb. até 5h), a Big Polis (Avenida Ataulfo de Paiva, 505, tel.: 21 2259-2597. 8h/2h (sex. e sáb. até 3h). www.bigpolis.com.br) e a Bibi Sucos (Avenida Ataulfo de Paiva, 591 A, tel.: 21 2259-0000. 8h/1h (sex. e sáb., até 2h40). www.bibisucos.com.br).

Ir a um dos restaurantes da badalada Dias Ferreira

Entre as avenidas Bartolomeu Mitre e Ataulfo de Paiva, no coração do Leblon, os 700 metros da Rua Dias Ferreira concentram uma série de bares e restaurantes concorridíssimos. É possível dar a volta ao mundo apenas nos cardápios. Frequentado até por Madonna, quando esteve na cidade, o Sushi Leblon (nº 256, tel.: 21 2512-7830. 12h/1h30 (seg. 12h/16h e 19h/1h30). www.sushileblon.com) serve do trivial sashimi a receitas mais surpreendentes, caso do sushi de vieiras com lichia e do ceviche de ouriço do mar. No Sawasdee (nº 571, tel.: 21 2511-0057. 9h/0h (dom. a partir das 10h). www.sawasdee.com.br), os sabores vêm da Tailândia — de entrada, tente o satay de frango ou camarão, espetinhos marinados no leite de coco e curry, apresentados com molho adocicado de amendoim; entre os pratos principais, uma boa pedida é o royal pad thai, uma massa de arroz com broto de feijão, camarão e ovos. E no Zuka (nº 233, loja B, tel.: 21 3205-7154. 12h/16h e 19h/1h (seg. a partir das 19h; sáb. e dom. 12h/0h. www.zuka.com.br) o destaque são os grelhados — de peixes e frutos do mar a carnes de cortes argentinos. 

Salgueiro - Rio de Janeiro - 2249
Salgueiro: uma das opções para cair no samba (Foto: Anderson Borde/Ag.News)

Se acabar na quadra das escolas de samba

Os ensaios das escolas de samba já estão a mil. Decore o enredo do próximo Carnaval, ensaie uns passinhos e caia na folia! São boas alternativas as quadras da Salgueiro (Rua Silva Teles, 104, Andaraí, tel.: 21 2238-9226. A partir das 20h (qua.); 22h/4h30 (sáb.). Grátis (qua.) e R$ 30,00 (sáb.). www.salgueiro.com.br) e da Unidos da Tijuca (Avenida Francisco Bicalho, 45, Santo Cristo, tel.: 21 2516-2749. A partir das 22h (sáb.). Grátis (mulheres até 0h) e R$ 10,00. www.unidosdatijuca.com.br).

Vasculhar as prateleiras das ótimas livrarias

Lindas e com um ótimo acervo de títulos de arte, fotografia, design, cinema e literatura em geral, há livrarias que são verdadeiras atrações turísticas na cidade. É o caso da Travessa (Rua Visconde de Pirajá, 572, tel.: 21 3205-9002. 9h/0h (dom. a partir das 10h). www.travessa.com.br), em Ipanema, e da Argumento (Rua Dias Ferreira, 417, tel.: 21 2259-9398. 9h/0h30 (dom. a partir das 10h30). www.livrariaargumento.com.br), no Leblon. Dentro da última funciona o Café Severino (fecha sempre meia hora antes), perfeito para ir sem pressa e embalar as tardes com delícias como o brownie com nozes e sorvete, o crumble de banana ou o café Baileys, feito com licor Baileys e chantili.

Cair na balada na Lapa

Desde que foi revitalizada, a região nos arredores virou referência de diversão até alta madrugada. Shows de samba, chorinho, gafieira, MPB e forró animam as pistas de dança todos os dias da semana em endereços como o Rio Scenarium (Rua do Lavradio, 20, tel.: 21 3147-9005. 18h30/último cliente (sex. a partir das 19h; sáb. a partir das 20h; fecha dom. e seg.). www.rioscenarium.com.br) e o Carioca da Gema (Rua Mem de Sá, 79, tel.: 21 2221-0043. 19h/2h (qui. a dom. 21h/3h). www.barcariocadagema.com.br). Filas na porta costumam ser comuns.

Esticar a noite como manda o figurino

Alguns botequins ficaram famosos por seus petiscos. No badalado Chico e Alaíde (Rua Dias Ferreira, 679, Leblon, tel.: 21 2512-0028. 10h/22h (sex. e sáb. até 1h). www.chicoealaide.com.br), a estrela é o “totivendo”, um escondidinho ao contrário, com o recheio no topo. No Aconchego Carioca (Rua Barão de Iguatemi, 379, Praça da Bandeira, tel.: 21 2273-1035. 12h/23h (dom. e seg. até 18h), o clássico é o bolinho de feijoada. Na madrugada, vá ao Cervantes e peça o sanduíche de pernil com abacaxi. (Avenida Prado Júnior, 335, loja B, Copacabana, tel.: 21 2275-6147. 12h/4h (sex. e sáb. até 6h; dom. até 2h; fecha seg.). www.restaurantecervantes.com.br). E na Pizzaria Guanabara (Avenida Ataulfo de Paiva, 1228, Leblon, tel.: 21 2294- 0797. 24h. www.pizzariaguanabara.com.br) as redondas podem ser acompanhadas de ketchup sem preconceito.

Fonte: VEJA SÃO PAULO