Roteiro

Rio de Janeiro além dos passeios básicos

Vasculhar as ruas do centro, andar de bicicleta, frequentar rodas de chorinho e passear na Lagoa são boas pedidas para quem já conhece um pouco a cidade

Por: Rachel Verano - Atualizado em

Centro do Rio de Janeiro - 2249
Centro: uma boa opção de parada (Foto: Fernando Lemos)

Embrenhar-se pelo centro histórico

O centro do Rio é uma verdadeira joia colonial, onde brilham edifícios dos tempos em que a cidade era a capital do país, especialmente aqueles erguidos entre os séculos XVIII e XIX. Comece a visita pela Praça 15 de Novembro. Ficam lá o Paço Imperial (12h/18h (fecha seg.). Grátis), sede do governo nos tempos da monarquia e do império; o Chafariz do Carmo, também chamado Chafariz do Mestre Valentim em homenagem a seu escultor; e o Arco do Telles, um beco histórico hoje recheado de bares animados nos fins de semana. De lá, siga para o Centro Cultural Banco do Brasil, o CCBB (Rua 1° de Março, 66, tel.: 21 3808-2020. 9h/21h (fecha seg.). Grátis), onde há sempre boas exposições. Quando bater a fome, rume para a histórica Confeitaria Colombo (Rua Gonçalves Dias, 32, tel.: 21 2505-1500. 9h/20h (sáb. até 17h; fecha dom.). www.confeitariacolombo.com.br). Inaugurada em 1894, serve um famoso chá das 5 em fina porcelana, além de lanches e refeições. Poucas quadras a separam do imponente edifício do Real Gabinete Português de Leitura (Rua Luís de Camões, 30, tel.: 21 2221-3138. 9h/18h (fecha sáb. e dom.). Grátis. www.realgabinete.com.br), cujo acervo de obras lusófonas chega a 350.000 exemplares. Encerre o passeio nos vizinhos Theatro Municipal (Praça Marechal Floriano, tel.: 21 2332-9220. Visitas guiadas às 11h, 12h e 13h. R$ 10,00. www.theatromunicipal.rj.gov.br) e Igreja de São Francisco da Penitência (Largo da Carioca, tel.: 21 2262-0197. 9h/16h (fecha sáb. a seg.). R$ 2,00), já pertinho da estação de metrô Carioca.

+ Rio de Janeiro: o outro lado da ponte aérea

+ O Rio de Janeiro para iniciantes

+ Rio de Janeiro para os experts

Descobrir o Rio de bicicleta

Já não é preciso morar no Rio de Janeiro para desbravar a cidade sobre duas rodas. A exemplo de metrópoles europeias como Paris, Londres e Barcelona, a prefeitura implantou, no fim de outubro, um sistema público de aluguel de bicicletas, o Bike Rio (tel.: 21 4063- 3999. www.movesamba.com.br). As magrelas de cor laranja podem ser alugadas em mais de trinta pontos espalhados pela Zona Sul e pelo centro — até o fim do mês, a previsão é de que serão sessenta, com 600 unidades. A diária custa R$ 5,00, mas só é permitido ficar com a bicicleta durante uma hora — depois é preciso devolvê-la em algum ponto para retirar outra, em sistema de rodízio. Toda a burocracia da locação é feita pelo celular, nas próprias estações (há placas explicando o procedimento).

Subir até os mirantes dos morros com UPPs

Depois das Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs, algumas favelas entraram para o roteiro turístico de quem quer ter algumas das mais belas vistas da cidade. O Complexo Rubem Braga é um conjunto de elevadores que leva de Ipanema aos morros do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, onde foi instalado o Mirante da Paz. Dali, a vista é de 360º da Zona Sul. Outra comunidade que entrou no circuito foi o Morro Santa Marta. O Plano Inclinado, um funicular que leva até o topo num percurso de dez minutos, sai do Botafogo e tem cinco estações pelo caminho. É ainda possível caminhar por uma trilha rumo ao chamado Mirante do Pedrão, de onde se veem a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar, o Cristo...

Pegar sol na Prainha e em Grumari

Prainha e Grumari, duas praias vizinhas, ficam a cerca de 40 quilômetros do centro e são cercadas de verde. Bastante procuradas por surfistas, têm ondas fortes e água transparente. Para o programa ficar completo, a pedida é provar os frutos do mar da Tia Palmira (Rua Caminho do Souza, 18, tel.: 21 2410-8169. 11h30/17h (fecha seg.) ou de seu filho, que abriu o restaurante Bira (Estrada da Vendinha, 68A, tel.: 21 2410-8304. 12h/18h (fecha de seg. a qua.). O acesso é pela Rio-Santos e, depois do cruzamento do Canal de Sernambetiba, pela Avenida Estado da Guanabara.

Passar o fim de tarde sem pressa na Lagoa

Além das belas praias, o Rio tem ainda a Lagoa Rodrigo de Freitas, com 7,5 quilômetros de margens, onde há ciclovia e pista de cooper. O fim de tarde pode ser embalado nos quiosques Palaphita Kitch (Avenida Epitácio Pessoa, quiosque 20, Parque do Cantagalo, tel.: 21 2227-0837 e 7841-7843. 18h/0h. www.palaphitakitch.com.br) e Arab da Lagoa (Avenida Borges de Medeiros, quiosque 7, Parque dos Patins, tel.: 21 2540-0747. 9h/último cliente. www.restaurantearab.com.br).  

Santa Teresa - Rio de Janeiro - 2249
Santa Teresa: perca-se entre os mercadinhos antigos, lojas de artesanato e outros achados (Foto: Anna Hernandez)

Vasculhar o bairro de Santa Teresa

O emaranhado de ruelas da região, cuja origem remonta ao século XVII, guarda belos segredos. O famoso bondinho amarelo parou de circular depois de um grave acidente em agosto, mas é longa a lista de motivos para subir até lá. Escondidos em becos de Santa Teresa, há mercadinhos antigos, lojas de artesanato e verdadeiros achados, caso do restaurante Aprazível (Rua Aprazível, 62, tel.: 21 2508-9174. 12h/23h (dom. até 18h; fecha seg.). www.aprazivel.com.br), que espalha mesas em gazebos, varandas e sob a sombra de árvores com uma vista espetacular da Baía de Guanabara. No menu, receitas brasileiras, caso do peixe ao molho de laranja com arroz de coco e castanha-de-caju, acompanhado de banana-da-terra. A Adega do Pimenta (Rua Almirante Alexandrino, 296, tel.: 21 2224-7554. 12h/22h (sáb. até 20h; dom. até 18h). www.adegadopimenta.com.br) serve bons pratos da culinária alemã. Para a sobremesa, a dica é bater à porta da Alda Maria Doces Portugueses (Rua Almirante Alexandrino, 1116, tel.: 21 2232-3110. 11h/19h (dom. a partir das 14h). www.aldadocesportugueses.com.br), que prepara delícias como trouxa de ovos e toucinho do céu. Fica também no bairro o hotel que hospedou Amy Winehouse, onde funciona o ótimo Bar dos Descasados (Hotel Santa Teresa, Rua Felício dos Santos, s/nº, tel.: 21 3380-0200. 12h/23h30. www.santateresahotel.com). 

Parque Lage - Rio de Janeiro - 2249
Parque Lage: opção para relaxar (Foto: Fernando Lemos)

Visitar o Parque Lage e tomar o café da manhã na região

Nesta área de 93.500 metros quadrados projetada pelo paisagista inglês John Tyndale, a sensação é a de estar imerso em um bosque. No Parque Lage, no bairro do Jardim Botânico, há gostosos banquinhos e um bonito casarão de 1920 que abriga a Escola de Artes Visuais e o D.R.I. Café (tel.: 21 2226-8125. 9h/23h (sex. a dom. até 18h). www.driculinaria.com.br), que serve um desjejum caprichado com ovos, waffles, bolos, pães fresquinhos e sanduíches como o de queijo brie, presunto de Parma, manteiga de sálvia e radicchio. As mesinhas ao ar livre são espalhadas ao redor de um espelhod’água. Fora do parque, mas nos arredores, outras boas pedidas para começar bem o dia são a Escola do Pão (Rua General Garzon, 10, tel.: 21 2294-0027. 17h/0h (seg. a sex.); 9h/13h (sáb., dom. e feriados). www.escoladopao.com.br) e La Bicyclette (Rua Pacheco Leão, 320, loja D, tel.: 21 3256-9052. 8h30/21h (dom. até 16h; fecha seg.). www.labicyclette.com.br).

Adentrar o mundo do futebol no Maracanã

Inaugurado em 1950 para sediar a Copa do Mundo, o Maracanã está passando por uma ampla reforma com vistas a 2014, quando vai ser o palco da grande final. É possível acompanhar as obras através de uma grande torre panorâmica de vidro, onde está ainda o acervo do estádio, que inclui uma maquete virtual do novo projeto e a calçada da fama, com as marcas dos pés dos jogadores que ajudaram a escrever a sua história — Pelé, Romário, Beckenbauer... Avenida Professor Eurico Rabelo, s/nº, Maracanã, tel.: 21 8871-3950. 9h/22h. R$ 20,00. www.suderj.rj.gov.br/maracana.asp.

Ouvir música no Bip Bip e nas praças de Laranjeiras

Não há ritmos mais locais do que o samba e o chorinho. Para frequentar as rodas

que os cariocas adoram, a pedida é ir ao Bip Bip (Rua Almirante Gonçalves, 50,

loja D, tel.: 21 2267-9696. 19h30/1h), em Copacabana, onde costuma haver

roda de samba de raiz todos os dias, menos aos sábados. Quem prefere o chorinho

encontra uma turma animada aos sábados na Praça General Glicério e aos domingos na Praça São Salvador, ambas em Laranjeiras, por volta do meio-dia. 

Galeria River
Galeria River: lojas moderninhas de esportes (Foto: Divulgação)

Bater perna na Galeria River e assistir ao sol se pôr no Arpoador

Estrategicamente localizada no Arpoador, a divisa entre as praias de Ipanema e Copacabana, a Galeria River (Rua Francisco Otaviano, 67, tel.: 21 2267-1709. 9h/21h (dom. até 18h). www.galeriariver.com.br) reúne lojas moderninhas de esportes. Até a Osklen (lojas H e I, tel.: 21 2513-0369. www.osklen.com.br) montou ali a sua unidade dedicada aos surfistas. A pedida é ir no fim da tarde, para emendar depois com o pôr do sol no Arpoador, um dos mais bonitos da cidade. Não estranhe se os presentes começarem a bater palmas no fim do espetáculo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO