ESPECIAL

"Comer & Beber" 2013: restaurantes para comer dobradinha

Confira a seleção dos melhores endereços para experimentar o prato

Por: Arnaldo Lorençato e Helena Galante

O guia “Comer & Beber” 2013 apresenta 450 restaurantes. Abaixo, a seleção de endereços que servem dobradinha:

+ Tudo sobre o "Comer & Beber" 2013

  • Portugueses

    Chiado

    Avenida Jurucê, 776, Moema

    Tel: (11) 5041 5276

    VejaSP
    6 avaliações

    Irmão sem pompa do A bela Sintra, que tem como sócio nos dois endereços o restaurateur Carlos Bettencourt, apoia-se no binômio receitas clássicas lusas com preço razoável. O.k., você não vai pular o caprichado bolinho de bacalhau (R$ 26,00), mas experimente também a dourada alheira frita (R$ 32,00). Feito com a textura ideal, o bacalhau com natas (desfado com creme de leite; R$ 63,00) é muito bom. O polvo à lagareiro com batata ao murro e brócolis verdinho (R$ 86,00), embora rico em tempero, poderia ser servido menos cozido. É preciso um pouco mais de cuidado com o toucinho do céu (R$ 24,00) que vez ou outra pode vir assado demais e com a base da massa quase queimada.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Italianos

    Empório Ravioli

    Rua Fidêncio Ramos, 18, Vila Olímpia

    Tel: (11) 3846 2908

    VejaSP
    4 avaliações

    Chef-empresário que não hesita em reformular seus restaurantes, o arquiteto Roberto Ravioli aqui se mostra mais tranquilo, mantém constância no padrão visual e culinário desta casa. O couvert (R$ 9,95) perde para o pão de linguiça (R$ 11,50) e a mussarela de búfala (R$ 29,00) como melhor aperitivo. Os pratos fartos nem sempre são leves, mas o sabor agrada. É o caso do fettuccine com camarão e abobrinha num consistente molho de açafrão (R$ 95,00). Para uma carne, vá de cordeiro cozido no vinho tinto com risoto à milanesa (R$ 63,00). O stufato al cioccolato tem a cara do bom e velho petit gâteau (R$ 19,00), servido com sorvete de creme.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Franceses

    Freddy

    Rua Pedroso Alvarenga, 1170, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3167 0977

    VejaSP
    9 avaliações

    Sabe aquele restaurante tradicional, mas não mais tão na moda, que as pessoas procuram para um almoço de negócios discreto ou um jantar sem surpresas no menu? Eis este francês, inaugurado lááá em 1935. Na hora do almoço executivo (R$ 79,00), dispense o couvert com torradas nem tão crocantes. Do menu rotativo, torça para encontrar a entrada de ovos de codorna abertos sobre um potente molho de manteiga, alho e salsinha e levados ao forno. Sugestões queridinhas do público fiel, como o pato, podem acabar antes do fim do expediente. Nesse caso, vá de galinha d’angola com arroz de açafrão bem cremoso. No cardápio regular, aparecem suflê de queijo (R$ 65,00) e steak ao poivre com batata gratinada (R$ 91,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Italianos

    La Madonnina Ravioli

    Avenida Hélio Pelegrino, 204, Vila Nova Conceição

    2 avaliações
  • Italianos

    La Quottidiana Trattoria

    Rua Doutor Jesuíno Maciel, 710, Campo Belo

    Tel: (11) 5093 0773

    VejaSP
    Sem avaliação

    Homônima da rede de franquias de rotisseria com a assinatura do chef e empresário Sergio Arno, a trattoria não tem grandes pretensões na cozinha. Navegando por territórios conhecidos, acerta na polenta cremosa com ragu de cogumelos e queijo taleggio (R$ 34,00), mas é tímida demais na quantidade de pimenta-do-reino no espaguete cacio e pepe, oferecido no menu executivo de R$ 54,90, que contempla ainda entrada, como um minestrone, e sobremesa. Nos dias mais frios, vai bem o nhoque ao molho de tomate e queijo brie (R$ 54,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Carnes

    Templo da Carne Marcos Bassi

    Rua Treze De Maio, 668, Bela Vista

    Tel: (11) 3251 1488

    VejaSP
    30 avaliações

    Continua uma das referências em carnes a churrascaria criada por Marcos Bassi e há três anos comandada por suas herdeiras, a viúva Rosa Maria e as filhas Tatiana e Fabiana. Embora os cortes tenham qualidade notável, isso não impediu um tropeço numa das visitas, que leva à perda de uma estrela. Solicitada como entrada, a costelinha de porco (R$ 68,00) só apareceu junto com as carnes, o ótimo prime rib (R$ 128,00), servido quase sem sal, e um assado de tira que era pura gordura (R$ 118,00). Essa mesma porção voltou à mesa após os pratos principais ressecada depois de dormir na grelha, coisa inadmissível em uma casa de tão alta categoria. No quesito dos acompanhamentos, a mandioca cozida continua inigualável (R$ 25,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO