ESPECIAL CHURRASCO

Churrasco: um guia com os vinte melhores endereços da capital

Restaurantes e bares para aproveitar cortes à la carte e em sistema de rodízio

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Baby Beef Rubaiyat
Master beef (R$ 121,00) do Baby Beef Rubaiyat (Foto: MARIO RODRIGUES)

Entre churrascarias, rodízios e bares, selecionamos vinte casas para provar bons cortes.

+ 7 acessórios para incrementar o churrasco

+ 6 dicas para o churrasco perfeito pelo chef Alex Atala

Confira:

CHURRASCARIAS

AÇOUGUE CENTRAL

A nova casa de Alex Atala investe em cortes pouco convencionais. O acém marmorizado pode ser pedido a partir de 250 gramas (R$ 21,00 cada 100 gramas).

Açougue Central
Acém (R$ 21,00 cada 100 gramas) do Açougue Central (Foto: RICARDO D’ANGELO)

BABY BEEF RUBAIYAT

É a melhor churrascaria da cidade por VEJA COMER & BEBER. Faz sucesso o master beef clássico (R$ 121,00), um contraflé com osso servido junto de batata assada e agrião.

BÁRBARO

O portenho Juan Germán Seoane oferece bons cortes como o ojo del bife para duas pessoas (R$ 76,00).

CORRIENTES 348

É o gaúcho Jair Coser quem comanda a rede. O fraldão vem em porção de 600 gramas (R$ 132,00, para duas pessoas).

+ Carnes consideradas de segunda estão em alta na capital

DINHO’S

Uma das casas mais antigas da categoria, investe em carnes como o bife portenho (R$ 105,00), tirado do contraflé.

LEÔNCIO

Simples, o salão com varanda é cenário npara a picanha (R$ 115,00).

MALBA COCINA Y BAR

Novidade no Campo Belo, investe em pedidas em estilo argentino. O ojo de bife servido com salada custa R$ 67,00.

Malha
Ojo de bife (R$ 67,00): no menu do novo Malba (Foto: CAIO FERRARI)

MARTÍN FIERRO

A casa de Ana Maria Massochi preza pela qualidade dos cortes, como o bife noix (R$ 77,00, 300 gramas).

PARRILLA ARGENTINA

Em clima bem informal, quase de botequim, serve-se a aguja (R$ 23,00 cada 100 gramas), extraída do contraflé.

POBRE JUAN

O ojo de bife vem com farofa de pistache e purê de cenoura (R$ 86,40). Agora vende carne crua para viagem.

+ Locais para comprar bons cortes de carne em São Paulo

RODEIO

É um clássico, onde fca difícil não pedir a picanha fatiada (R$ 144,00).

TEMPLO DA CARNE MARCOS BASSI

O legado de Marcos Guardabassi continua intacto. O bombom é um bife da alcatra (R$ 78,00). Peça também a fraldinha (R$ 258,00, para quatro pessoas).

Templo da Carne
Fraldinha (R$ 258,00): pedida do Templo da Carne (Foto: Divulgação)

VARANDA

Na casa de Sylvio Lazzarini, o romeu e julieta (R$ 88,00) é um duo de assado de tira e miolo da alcatra.

RODÍZIOS

BARBACOA

Pelo salão agradável circulam carnes em sistema de rodízio (R$ 114,50). São pedidas como o cupim e a paleta de cordeiro.

FOGO DE CHÃO

No melhor rodízio da cidade, vale provar a picanha e a fraldinha, corte trazido do Uruguai. Cobram-se R$ 122,00 por pessoa.

NB STEAK

O gaúcho Arri Coser reinventou o modo de servir o rodízio (R$ 125,00). Carnes como o assado de tira e o nb steak, extraído do dianteiro bovino, circulam só em travessas.

+ Sete acessórios para incrementar o churrasco

VENTO HARAGANO

Das opções em alta rotação pelas mesas, a costela premium e a costeleta de cordeiro se destacam. São cobrados R$ 122,00.

BARES

BOS BBQ

Segue o estilo americano de churrasco. De sabor defumado, o beef brisket (R$ 35,00, com 300 gramas), corte do peito bovino, chega a desmanchar ao toque do garfo.

ILHA DAS FLORES

Oferece carnes maturadas a seco: o contraflé com osso (R$ 90,00, 500 gramas) e o hambúrguer de acém, peito e contrafilé com queijo e cebola caramelada (R$ 38,00). As pedidas foram incluídas na casa por Rogerio De Betti, jurado do BBQ Brasil, reality culinário que foi exibido pelo SBT. De Betti promete abrir, em julho, um açougue ao lado do bar.

UNDERDOG

Nesta espécie de par ril la-bar de serviço beeeeem informal, saltam da churrasqueira bons cortes como o shoulder (R$ 54,00), extraído do dianteiro bovino.

Fonte: VEJA SÃO PAULO