Mistérios da Cidade

Sabesp retira 1 000 toneladas de plantas da Represa de Guarapiranga

Arrastadas pela brisa e com a ajuda de velejadores, elas foram prendendo-se a redes metálicas

Por: Mauricio Xavier [Com reportagem de Catarina Cicarelli, Mariana Barros e Renata Sagradi] - Atualizado em

Represa de Guarapiranga - Mistérios da Cidade_2191
Represa de Guarapiranga: windsurfe e captura de vegetais flutuantes pela Sabesp (Foto: Fernando Moraes)

O vento que sopra na Represa de Guarapiranga, na Zona Sul, é aproveitado para velejar, fazer windsurfe e capturar plantas aquáticas. Nos últimos cinco meses, foi esta a modalidade praticada por quinze funcionários da Sabesp, que retiraram do reservatório 1 000 toneladas de vegetais flutuantes, as macrófitas.

Arrastadas pela brisa e com a ajuda de velejadores, elas foram prendendo-se a redes metálicas. “Algumas escaparam pelas comportas e foram parar no Rio Pinheiros”, diz Paulo Massato, diretor metropolitano da Sabesp, que gastou 1,3 milhão de reais na operação.

Fonte: VEJA SÃO PAULO