Polícia

Cantor Renner é preso após dirigir bêbado em São Paulo

Sertanejo bateu sua BMW em um Fiat Uno estacionado no Campo Belo, na Zona Sul de São Paulo. Ninguém se feriu

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

O cantor Renner, da dupla Rick&Renner, foi preso em flagrante na manhã de sexta (26), após dirigir embriago e bater na traseira de um carro, na Zona Sul de São Paulo. Ele ficou detido durante cerca de sete horas no 27º DP (Campo Belo) e só foi liberado depois de pagar fiança de 10 000 reais.

+ Zona Sul lidera ranking de roubos em São Paulo

Segundo informações do boletim de ocorrência, a Carteira Nacional de Habilitação do sertanejo venceu há mais de quatro anos, no dia 10 de maio de 2010. O exame do bafômetro apontou 1.0 grama de álcool por litro de ar nos pulmões, segundo a Polícia Civil — acima de 0,34 a infração é considerada crime de trânsito.

Renner estaria voltando de uma festa, acompanhado de um morador de rua, segundo o advogado Glecio Mariano, quando colidiu a sua BMW X5 em um Fiat Uno que estava estacionado na Avenida Pedro Bueno, no Campo Belo. Desocupado, o carro foi arrastado por alguns metros, mas ninguém se feriu. O cantor ainda tentou fugir duas vezes, mas os pneus do carro teriam estourado.

O homem que estava no banco de passageiro do carro do cantor prestou depoimento para os policiais e depois foi liberado. Renner também foi submetido a exame de sangue no Instituto Médico Legal (IML), mas os policiais ainda não tiveram acesso ao laudo.

Não é a primeira vez que Renner se envolve em um acidente. Em 2001, ele dirigia em alta velocidade em Santa Bárbara d' Oeste, no interior paulista, quando atingiu uma moto. O casal Luís Antônio Nunes Aceto, de 35 anos, e Eveline Soares Rossi, 31, morreu na hora.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO